Estudo de caso em segurança pública

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 35 (8523 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 2 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANALISE DOS IMPACTOS CAUSADOS PELAS PRINCIPAIS MEDIDAS PREVENTIVAS NO COMBATE AO ROUBO DE CARGAS:
RODOVIAS FEDERAIS DE MINAS GERAIS NO TRECHO DE RESPONSABILI-DADE DA DELEGACIA DE POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL DE POUSO ALE-GRE (DEL. 04/11).

Relatório de Estudo de Caso apresentado ao Curso Gestão em Segurança Pública, da Universidade do Sul de Santa Catarina, como requisito parcial à aprovação nadisciplina de Estudo de Caso.

Orientadoras: Professora Luciana Mara Silva
Professora Carmen Maria Cipriani Pandini

Palhoça
2008

ALESSANDRO DE CARVALHO FIRMINO

ANALISE DOS IMPACTOS CAUSADOS PELAS PRINCIPAIS MEDIDAS PREVENTIVAS NO COMBATE AO ROUBO DE CARGAS:
RODOVIAS FEDERAIS DE MINAS GERAIS NO TRECHO DE RESPONSABILI-DADE DA DELEGACIA DE POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL DE POUSOALE-GRE (DEL. 04/11).

Este trabalho de pesquisa na modalidade de Estudo de Caso foi julgado adequado à obtenção do grau de Tec-nólogo em Gestão de Segurança Pública e aprovada em sua forma final pelo Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública da Universidade do Sul de Santa Ca-tarina.

Palhoça, 15 de abril de 2008.

Professora Tutora e orientadora Carmen Maria Cipriani PandiniUniversidade do Sul de Santa Catarina
AGRADECIMENTOS
A Deus pelo dom da vida, pela saúde e capacidade de continuar caminhando.
A minha esposa, família e amigos pela compreensão, apoio e incentivo.
Aos colegas da instituição a que faço parte, as professoras que me orientaram e a to-dos que de alguma forma contribuíram para a realização deste trabalho.

SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 6
1.1 TEMA 7
1.2PROBLEMA 7
1.3 JUSTIFICATIVA 8
2 OBJETIVOS 9
2.1 OBJETIVO GERAL 9
2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 9
3 REVISÃO DE LITERATURA 10
4 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 14
4.1 CARACTERIZAÇÃO DO ESTUDO 14
4.2 POPULAÇÃO E AMOSTRA 14
4.3 INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS 15
5 DESENVOLVIMENTO DO ESTUDO DE CASO 17
5.1 DIAGNÓSTICO 17
5.1.1 Contexto histórico 17
5.1.2 Dados básicos da organização 19
5.1.3Estrutura Organizacional 20
5.1.4 Descrição da realidade observada 22
5.2 ANÁLISE DA REALIDADE OBSERVADA 25
5.3 PROPOSTA DE SOLUÇÃO DA SITUAÇÃO PROBLEMA 27
5.3.1 Proposta de melhoria para a realidade estudada 27
5.3.2 Resultados esperados 28
5.3.3 Viabilidade da proposta 29
6 CONSIDERAÇÕES FINAIS 31
REFERÊNCIAS 32

1 INTRODUÇÃO
O roubo de cargas está entre os crimes que mais têm crescido nopaís, e é cada vez mais freqüente a participação de quadrilhas e organizações criminosas que migram de outras modalidades criminosas como o seqüestro, o tráfico de drogas e o roubo a banco. (ZANETIC, 2007). O roubo de cargas traz prejuízos ao país, podendo atrapalhar, inclusive, a economia brasileira diante da pressão que exerce sobre a inflação. As vítimas desse tipo de crime, nor-malmente, sãomantidas em cárcere privado e agredidas, muitas vezes acabam desaparecidas e mortas, tornando-se o medo uma herança das sobreviventes. Apesar de ser um crime que a-presenta um grande número de ocorrências e o acúmulo de prejuízos, ele “não se destaca como um crime de impacto para a população em geral, por não afetar diretamente o patrimônio individual das pessoas [...]” (KNIHS; et al., 2006, p.102),deixando de ter a devida atenção e urgência na prevenção e no combate.
O Brasil tem como base logística o transporte terrestre, conta com 73.009 Km de malha rodoviária federal, e uma frota de mais de três milhões de veículos destinados ao trans-porte de cargas. Somente em 2006, houve um volume de 934.408.939 toneladas transportado pela forma rodoviária, o que representa 52,0% do total de pesotransportado no país. Quanto ao valor das cargas transportadas o transporte rodoviário teve participação de 61,1% entre as formas modais de transporte. (CNT-CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRANSPOR-TES, 2007). O Estado de Minas Gerais conta com a maior malha rodoviária do País com mais de dez mil quilômetros de estradas federais. (CASTILHO, apud ANDRADE, 2007). Sua ma-lha viária representa, pela sua...
tracking img