Estudo de caso de paciente em pós-operatório de craniotomia para drenagem de hematoma intracerebral por ave hemorrágico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4362 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
CAMPUS UNIVERSITARIO DE RONDONÓPOLIS
INSTITUTO DE CIENCIAS EXATAS E NATURAIS
CURSO DE ENFERMAGEM





ESTUDO DE CASO DE PACIENTE HIPERTENSO VITIMA DE ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO HEMORRÁGICO.



RONDONÓPOLIS-MT
2011

JOICE ALVES PEREIRA

ESTUDO DE CASO DE PACIENTE EM PÓS-OPERATÓRIO DE CRANIOTOMIA PARA DRENAGEM DE HEMATOMAINTRACEREBRAL POR AVE HEMORRÁGICO.

Estudo de caso apresentado aos Docentes: Prof.ª Tatiana R. Rotta, Prof.º Rodrigo Machado da Silva e Magda Matos como parte da avaliação da disciplina de UTI, Urgência e Emergência do curso de Graduação de Enfermagem da Universidade Federal do Mato Grosso – Campus de Rondonópolis.

Docentes: Magda Matos
Tathiane Regina RottaRodrigo Machado da Silva


RONDONÓPOLIS – MT
2011

SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO.....................................................................................01
2. OBJETIVO GERAL..............................................................................04
3.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS.........................................................04
3.EPIDEMIOLOGIA................................................................................05
4. FISIOPATOLOGIA...............................................................................06
5. MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS.............................................................08
6. DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO.......................................................10
7.METODOLOGIA...................................................................................12
8. SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM..............13
9.2 HISTÓRICO...................................................................................13
9.3 EXAME FISICO..............................................................................14
9.4 PROBLEMASLEVANTADOS........................................................15
9.5 DIAGNOSTICOS DE ENFERMAGEM...........................................15
9.6 PRESCRIÇÕES DE ENFERMAGEM............................................16
9.7 EVOLUÇÃO DE ENFERMAGEM..................................................17
9. CONSIDERAÇÕES FINAIS...............................................................18
10. ANEXO1............................................................................................



1. INTRODUÇÃO
O acidente vascular cerebral (AVC) é uma das doenças mais freqüentes em serviços de emergência. Por isso é importante o conhecimento básico da fisiopatologia e do quadro clínico para se estabelecer condutas rápidas e adequadas uma vez que existem muitas doenças do sistema nervosocentral e periférico que podem apresentar quadro semelhante.
Diante disso, é importante conhecermos o conceito de AVC. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) “é provocado por uma interrupção no suprimento de sangue ao cérebro e ocorre quando uma artéria que fornece sangue ao cérebro fica bloqueada ou se rompe”.
Pode ser classificado em dois tipos: isquêmico ou hemorrágico, dependendo domecanismo que o originou.
“A isquemia diz respeito a qualquer processo durante o qual um tecido não recebe os nutrientes – e em particular o oxigênio – indispensável ao metabolismo das células. Assim, o AVC isquêmico é induzido por oclusão de um vaso ou redução da pressão de perfusão cerebral, seja esta provocada por redução do debito cardíaco ou por hipotensão arterial grave e sustentada.” (BARROS,1991). Ou seja, “quando o tecido cerebral é privado do fornecimento de sangue arterial, segue-se um sofrimento celular que, conforme a sua intensidade, poderá manifestar-se por uma perturbação funcional. Se esta privação é de curta duração (menos de 24 horas), a disfunção é considerada reversível. Nestes casos fala-se de Acidente Isquêmico Transitório (AIT). Quando a isquemia persiste para além...
tracking img