Estudo de caso - china

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1734 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo de Caso

O operario chinês agora custa caro
O aumento do custo da mão-de-obra é o novo desafio do modelo econômico da potência asiática
Revista EXAME 
Nas últimas décadas, a China conquistou o mundo com produtos inacreditavelmente baratos. Para isso, as empresas locais não precisaram fazer inovações espetaculares ou investir em fábricas no estado da arte. Bastou que elasexplorassem um recurso até agora encontrado em abundância no país: a mão-de-obra de custo extremamente baixo. Com essa tremenda vantagem competitiva, a China literalmente arrasou mercados ao redor do planeta. Foi o que se viu, por exemplo, nos setores de calçados, eletrônicos e vestuário. Mais recentemente, é a indústria automotiva que se encontra em polvorosa diante da ofensiva de concorrentes que pagam aum operário menos de 2 dólares por hora, comparados aos mais de 30 dólares dos salários de gente que executa as mesmas funções nos Estados Unidos e na Europa.
O ciclo vertiginoso de transformações do capitalismo chinês, no entanto, reservou uma armadilha para o próprio país. A China cresceu tanto nos últimos anos que as indústrias locais e as multinacionais que lá investem estão tendodificuldades para recrutar gente para vários setores, sobretudo nos cargos mais graduados. Parece um  absurdo falar em escassez de braços num país com 1,3 bilhão de habitantes. A situação é mais surrealista ainda quando se considera a taxa de desemprego atual de 10% registrada nos centros urbanos. Mas é o que vem ocorrendo. Apesar do esforço impressionante do governo em melhorar a educação da população --os investimentos rondam 50 bilhões de dólares ao ano --, a capacidade da potência asiática de formar gente qualificada não acompanhou o ritmo alucinante de sua evolução econômica. O resultado é que a elite da mão-de-obra vem sendo extremamente valorizada, o que a leva a trocar de emprego com muita velocidade, sempre por causa de propostas melhores. Esse cenário tem gerado um aumento médioconsiderável no custo do operário do país.
Inflação trabalhista |
O custo médio do salário dos empregados em algumas cidades do país |
  | Renda média de um operário
(por ano) | Aumento anual |
Pequim | US$ 2 800 | 9% |
Chengdu | US$ 1 500 | 10% |
Wuhan | US$ 2 700 | 9% |
Xangai | US$ 3 000 | 9% |
Chongqing | US$ 1 800 | 11% |
Guangzhou | US$ 3 400 | 8% |
Suzhou | US$ 2 400 | 10% |O "paradoxo chinês", como os especialistas apelidaram o fenômeno, vem sendo detectado em várias pesquisas. A consultoria Hewitt Associates, por exemplo, produziu um trabalho mostrando que o custo da mão-de-obra chinesa havia crescido 10% em média. (veja quadro ao lado). Um novo levantamento, conduzido pelo Bureau Nacional de Estatísticas da China, órgão de pesquisa do governo, revelou que ocusto dos contracheques continua subindo no país. De acordo com os especialistas, não há sinais visíveis no horizonte de que essa onda irá arrefecer. "Estamos assistindo ao fim da era do trabalho barato", diz Hong Liang, economista do banco de investimentos Goldman Sachs na China.
As empresas têm se desdobrado para absorver os aumentos. Estudo do escritório da Câmara Americana de Comércio na Chinamostra que 48% das multinacionais no país reduziram as margens de lucro para evitar o reajuste dos preços de seus produtos. O que não se sabe é até quando elas suportarão essa situação. A pressão para repassar o aumento do custo de mão-de-obra para o consumidor tende a se intensificar nos próximos meses -- o que provoca arrepios nos quatro cantos do mundo. Um estudo do Citigroup mostra que, mesmoque aconteça lentamente, a subida dos salários pode pôr fim à principal vantagem competitiva dos produtos “made in China” que inundaram o mercado nos últimos anos. O gigante asiático não seria o único prejudicado. Segundo o trabalho, o fenômeno tem potencial para provocar aumento das taxas de inflação no mundo inteiro.
Nas cidades chinesas, cresce a cada dia o número de placas à procura de...
tracking img