Estudo comparativo do equilíbrio em crianças praticantes de balé clássico da cidade de natal/rn

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (366 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTUDO COMPARATIVO DO EQUILÍBRIO EM CRIANÇAS PRATICANTES DE BALÉ CLÁSSICO DA CIDADE DE NATAL/RN
Nayama Keila da Silva
Orientador: João Roberto Liparotti
Grupo DEF/UFRN: Estudos da vida; homem,natureza e sociedade.
Linha de pesquisa: Atividade física e saúde.

Equilíbrio é a habilidade de sustentar a postura do corpo e a manter inalterada quando colocado em várias posições. É fundamentalpara toda ação do ser humano e influenciado por estímulos visuais, táteis, cinestésicos e vestibulares. O balé clássico necessita do equilíbrio estático, dinâmico, e recuperado. O equilíbrio estáticorefere-se ao posicionamento do corpo em posição imóvel, como equilibrar-se em um só pé, o equilíbrio dinâmico faz referência à capacidade de manter o equilíbrio de um ponto a outro e o equilíbriorecuperado é a capacidade de readquirir abruptamente o equilíbrio após um movimento. O objetivo do trabalho é verificar a Idade Motora em relação à Idade cronológica, comparando os resultados dareavaliação três meses após a avaliação. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, longitudinal, de campo e comparativo, constituído por três etapas: avaliação, intervenção, e reavaliação. Compõe a amostrafinal 24 crianças do sexo feminino, entre 3 e 11 anos de idade da Escola de Ballet Maria Cardoso, na cidade do Natal,RN. Para a análise foi utilizada a Escala de Desenvolvimento Motor proposta porRosa Neto (2002), como indicador da fase de desenvolvimento motor em que a criança se encontra. As participantes se submeteram a um conjunto de provas de seis habilidades motoras, entre elas equilíbrio,que no presente estudo é utilizada para a comparação dos dados. Na primeira avaliação 21% das crianças apresentaram atraso no equilíbrio. Em seguida houve a intervenção pelos profissionais da área,por aproximadamente três meses (2 sessões semanais e 24 exercícios específicos em média). Após a temporada aplicou-se o reteste e verificou-se que o índice de adequação aumentou de 79% para 88%....
tracking img