Estudo comparativo da isotretinoina e dos alfa hidroxiácidos no tratamento da acne

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9168 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA
INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA

ANDRESSA ANTUNES
DALVA REGINA CORDISTA
JACQUELINE MIRANDA
MICHELE LYRA
RAFAELA PEREIRA ANDRADE

ESTUDO COMPARATIVO DA ISOTRETINOINA
E DOS ALFA HIDROXIÁCIDOS NO TRATAMENTO
DA ACNE


















SÃO PAULO
CAMPUS NORTE
2012
UNIVERSIDADE PAULISTAINSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA

ANDRESSA ANTUNES
DALVA REGINA CORDISTA
JACQUELINE MIRANDA
MICHELE LYRA
RAFAELA PEREIRA ANDRADE

ESTUDO COMPARATIVO DA ISOTRETINOINA
E DOS ALFA HIDROXIÁCIDOS NO TRATAMENTO
DA ACNE



Trabalho apresentado no Curso Superior
de Tecnologia em Estética e Cosmética
da UNIP para o Projeto Multidisciplinar VISÃO PAULO
CAMPUS NORTE
2012
UNIVERSIDADE PAULISTA
INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA

ANDRESSA ANTUNES
DALVA REGINA CORDISTA
JACQUELINE MIRANDA
MICHELE LYRA
RAFAELA PEREIRA ANDRADE


ESTUDO COMPARATIVO DA ISOTRETINOINA
E DOS ALFA HIDROXIÁCIDOS NO TRATAMENTO
DA ACNE





Trabalho apresentado no CursoSuperior
de Tecnologia em Estética e Cosmética
da UNIP para o Projeto Multidisciplinar VI



Banca Examinadora

__________________________________
Orientador do Projeto: Prof.ª Paula Andreotti

__________________________________________
Coordenador do Curso: Prof.ª Ms.Daniela Fernandes Gusmão

________________Nota

RESUMO

A acne é uma doença da unidade pilossebácea da pele caracterizada pela presença de um comedão ou cravo obstruindo o orifício de saída, com acúmulo de secreções e restos celulares. Com etiologia multifatorial inclui distúrbios hormonais, hiperqueratinização folicular e ação da Propionibacterium acne. Ocorre mais freqüentemente em jovens e adolescentes. Classificada em 5 graussendo do mais leve ao mais severo, gera vários tipos de lesões. Existem vários tipos de acne como androgênica, escoriada, neonatal, vulgar, infantil, medicamentosa, entre outras. As cicatrizes da acne são resultados de algumas lesões e estão associadas a um aumento ou diminuição do colágeno e resultante da destruição do mesmo e dos tecidos elásticos subjacentes devido à inflamação dérmicaassociada à acne. Apresentam-se nas seguintes formas: elevada, queloideana, papulosa, distróficas, deprimidas distensíveis e deprimidas não distensíveis. Antes da década de 1940, não havia tratamento efetivo para a acne. A cura era espontânea ou se aplicavam as poucas opções existentes como tópicos de baixa eficácia como enxofre, resorcina, ácido salicílico, etc. ou tratamentos sistêmicos ineficazes comocálcio, auto-hemoterapia, arsênico, etc.; e radioterapia, que controlava a doença, produzindo atrofia da pele e das glândulas sebáceas, porém causava efeitos adversos sérios e tardios conseqüente ao dano acumulativo tipo actínico, radio dermite crônica e até câncer de tireóide. Na década de 1940, passou-se a usar, por via sistêmica, os quimioterápicos e antibióticos como a tetraciclina, oscorticóides e os antiandrógenos. Entre 1960 e 1990, produtos tópicos eficazes foram sendo introduzidos no tratamento da acne vulgar, tais como peróxido de benzoíla, retinóicos, representados pela isotretinoína, antibióticos, como a eritromicina e a clindamicina e os alfa-hidróxiácidos como o glicólico, mandélico e láctico que são derivados de frutas e alimentos. Associavam-se outros recursos, comoextração de comedões, esfoliações ou peelings químicos, infiltração intralesional com corticóide nos nódulos inflamatórios e nas cicatrizes hipertróficas, crioterapia com gás carbônico (CO2) ou nitrogênio líquido, drenagem cirúrgica de cistos e abscessos, etc. Atualmente, desenvolvem-se muitas pesquisas sobre o papel da imunidade inata e adquirida, e da inflamação.
Palavras chave: acne, ácidos,...
tracking img