Estudante

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1889 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PRINCÍPIOS DE SOLDAGEM TIG

A soldagem a arco com eletrodo de tungstênio e proteção gasosa (Gás Tunsgsten Welding-GTAW) é um processo no qual a união de peças metálicas é produzida pelo aquecimento e fusão destas através de um arco elétrico estabelecido entre um eletrodo de tungstênio, não consumível, e as peças a unir.
O GTAW ele funciona através de um eletrodo de tungstênio, preso auma tocha. Por essa mesma tocha é alimentada o gás que ira proteger a soldagem contra a contaminação da atmosfera. O arco elétrico é criado pela passagem de corrente elétrica pelo gás de proteção ionizada, estabelecendo-se o arco entre a ponta do eletrodo e a peça. Termos básicos os componentes do GTAW são:
1. Tocha;
2. Eletrodo;
3. Fonte de potência;
4. Gás de proteção;
Aproteção da poça de fusão e do arco contra a contaminação pela atmosfera é feita por uma nuvem de gás inerte. A soldagem pode ou não ser feita com adição de metal que, quando usada, é feita diretamente na poça de fusão.
VARIAVÉIS DO PROCESSO:
As variáveis do processo que determinam basicamente o processo são a tensão do arco, a corrente de soldagem, velocidade de avanço e o gás de proteção.Deve-se considerar que as variáveis não agem especificamente de forma independente, havendo forte interação sobre elas.
No caso do gás de proteção, ao utilizar-se o hélio é possível obter uma solda com maior penetração, devido ao maior potencial de ionização deste gás. Mas adiante, descrevemos, mas detalhadamente os gases de proteção e suas características.
Em relação à corrente de soldagempode-se considerar, de forma geral, que ela controlada a penetração da solda, com efeito, diretamente proporcional. Ainda assim, a corrente afeta também a tensão do arco, sendo que para um mesmo comprimento de arco, um aumento na corrente causara um aumento na tensão do arco. A soldagem com correntes continua em eletrodo no polo negativo oferecem elevadas penetração e maiores velocidades desoldagem, enquanto a corrente alternada e especificamente eficaz quando na soldagem de matérias com óxido refratário, como alumínio e magnésio, pois se pode realizar a chamada limpeza catódica, quando o eletrodo encontra-se no polo positivo. É pouco utilizada devido ao superaquecimento do eletrodo.
A tensão do arco, designação dada para a tensão entre o eletrodo e a peça, é fortemente influenciada pordiversos fatores, a saber:
1. Corrente do arco;
2. Perfil da ponta do eletrodo;
3. Distancia entre o eletrodo e a peça (comprimento do arco):
4. Tipo do gás de proteção;

Como existe uma relação direta entre a tensão e o comprimento do arco, a tensão é usada para controlar o processo, pois uma vez fixado diversos outros parâmetros, a tensão do arco possibilita o controle docomprimento do arco, que é fácil de monitorar. Por sua vez, o comprimento do arco afeta diretamente a largura da poça. Apesar disso, na maioria dos processos com chapas, o comprimento do arco desejado é menor possível. Este controle do comprimento do arco pela tensão como contaminação do eletrodo e do gás de proteção, alimentação imprópria do material de radiação, mudanças de temperatura na erosão doeletrodo.
A velocidade de avanço afeta a penetração e a largura no processo, sendo esta ultima, porém, muito, mas afetada. Sua grande importância reside no fato dela determinar o custo do processo por estar intimamente ligada à velocidade do processo. Entretanto, muitas vezes, a velocidade torna-se apenas uma consequência a parti da definição de padrões de qualidade e uniformidade.
Aforma de alimentação do material de adição é outro parâmetro importante. Em processos manuais, a maneira como o material é adicionado influencia no numero de passes e na aparência da solda. Já no caso de soldas mecanizadas e automatizadas, a variação na velocidade ira significar variação na quantidade de adição por unidades de comprimento. Aumentando-se a velocidade de alimentação do arame...
tracking img