Estruturas em madeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 111 (27530 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA CIVIL

ESTRUTURAS DE MADEIRA

Notas de Aula

Prof. Francisco A. Romero Gesualdo

maio 2003

PREFÁCIO Estas Notas de Aula têm como objetivo apresentar subsídios complementares ao aluno de graduação na disciplina Estruturas de Madeira oferecida pela Faculdade de Engenharia Civil da Universidade Federal de Uberlândia. Estematerial não substitui a consulta à norma brasileira NBR 7190/97, nem as referências bibliográficas disponíveis no mercado, mesmo que não adaptadas à atual norma. A primeira versão destas Notas de Aula surgiu em fevereiro de 1998, e tem sido adaptada e corrigida com sugestões e observações de seus usuários. São apresentadas informações básicas para o dimensionamento de peças estruturas de madeiraseguindo o método dos estados limites de acordo com a norma brasileira NBR 7190/97 – Projeto de Estruturas de Madeira. A partir do capítulo 17 apresentam-se informações voltadas para a elaboração e execução de projetos de estruturas de madeira, onde são mostrados os parâmetros relacionados com as posições de eixos de barras, nós, posição e tamanho de telhas. Isto é fundamental para a caracterizaçãoda estrutura na fase de projeto quando as barras são trabalhadas com a representação dos seus eixos. Incluem-se nos capítulos 18 a 22 informações relativas ao projeto de estruturas do tipo treliçado de madeira, sendo fornecidas características dos tipos usuais de treliças para coberturas, suas prováveis seções transversais, relações geométricas entre vão e altura, vantagens e desvantagens dosvários sistemas estruturais, enfim, informações que orientem o projetista na fase de definição da estrutura. Também são apresentados exemplos numéricos para complementar e esclarecer os fundamentos teóricos desenvolvidos. Algumas tabelas importantes relativas às características físicas e mecânicas de algumas espécies de madeira, para enquadramentos das mesmas nas classes de resistências definidaspela norma. Também apresenta-se informações sobre conversões de unidades do sistema internacional, bem como, conversões de unidades imperiais. Toda sugestão para aprimoramento deste material é bem-vinda, pois considera-se que o texto ainda é bastante restrito em termos de informações gerais, assim como deve ter suas falhas de uma forma geral. Prezado estudante, não hesite em apontar falhas, nemmesmo em consultar outros materiais referentes ao assunto madeira e estruturas de madeira. Uberlândia, maio de 2003.

Prof. Francisco A. Romero Gesualdo (www.feciv.ufu.br/docentes/francisco/francisco.htm) Faculdade de Engenharia Civil (www.feciv.ufu.br) Universidade Federal de Uberlândia (www.ufu.br)

i SUMÁRIO 1. Generalidades.................................................................................................................... 1 2. Fisiologia da árvore e a formação da madeira..................................................................... 3 3. Anatomia da madeira e classificação das árvores ............................................................... 4 4. Terminologia..................................................................................................................... 4 5. Características gerais de peças de madeira empregadas em estruturas................................. 5 6. Caracterização física e mecânica de peças de madeira ........................................................ 6 6.1 Generalidades ............................................................................................................... 6 6.2Propriedades físicas da madeira .................................................................................... 6 6.2.1 Umidade................................................................................................................. 6 6.2.2 Densidade............................................................................................................... 7 6.2.3 Retratibilidade...
tracking img