Estruturas de mercado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 03

1 CONCEITOS DE ECONOMIA 04
1.1CONCORRÊNCIA PURA OU PERFEITA 04
1.1.1 Mercado Atomizado 04
1.1.2 Produtos homogêneos 04
1.1.3 Não existem barreiras 04
1.1.4 Transparência do mercado 04

1.2 MONOPÓLIO 05
1.2.1 Monopólio puro ou natural 06
1.2.2 Patentes 06
1.2.3 Controles de matérias primas básicas 06

1.3 OLIGOPÓLIO 071.4 CONCORRÊNCIA MONOPOLÍSTICA 08
1.4.1 Número relativamente grande de empresas 08
1.4.2 Margem de manobra para fixação dos preços não muito ampla 08

1.5 ESTRUTURAS DE MERCADO DE FATORES DE PRODUÇÃO 09
1.5.1 Concorrência perfeita no mercado de fatores 09
1.5.2 Monopsônio 09
1.5.3 Oligopsônio 09
1.5.4 Monopólio bilateral 10

1.6 GRAU DE CONCENTRAÇÃO ECONÔMICA NOBRASIL 10
1.7 A AÇÃO GOVERNAMENTAL E OS ABUSOS DO PODER ECONÔMICO NOS MERCADOS 10

2 APRESENTAÇÃO DE DADOS 11
2.1 CONCORRÊNCIA PURA OU PERFEITA 11
2.2 MONOPÓLIO 11
2.3 OLIGOPÓLIO 12
2.4 CONCORRÊNCIA MONOPOLÍSTICA 12
2.5 MONOPSÔNIO 12
2.6 OLIGOPSÔNIO 13

3 CONCLUSÃO 13

INTRODUÇÃO

O preço e a quantidade de equilíbrio nos mercados é resultado daação da oferta e da demanda. Entretanto, a oferta e a demanda interagem de modo a apresentar resultados muito distintos em cada mercado, pois cada um tem características específicas. O objetivo deste trabalho é expor as estruturas de mercado mais comuns, explicando o conceito de cada estrutura e, exemplificando com empresas reais e atuantes na economia, através da apresentação e análise de dados.1CONCEITOS DE ECONOMIA

1.1CONCORRÊNCIA PURA OU PERFEITA

A concorrência pura ou concorrência perfeita é um tipo de mercado em que há grande número de vendedores (empresas), de tal sorte que uma empresa, isoladamente, por ser insignificante, não afeta os níveis de oferta do mercado e, conseqüentemente, o preço de equilíbrio. As empresas são apenas tomadoras de preços, ou price-takers.Nesse tipo de mercado, devem prevalecer as seguintes premissas:

1.1.1MERCADO ATOMIZADO, composto de grande número de empresas, como se fossem átomos;
1.1.2PRODUTOS HOMOGÊNEOS, não existe diferenciação entre produtos ofertados pelas empresas concorrentes;
1.1.3NÃO EXISTEM BARREIRAS para o ingresso de empresas no mercado;
1.1.4TRANSPARÊNCIA DO MERCADO, todas as informações sobre lucros, preçosetc. São conhecidas por todos os participantes do mercado.

Uma característica do mercado em concorrência perfeita é que, a longo prazo, não existem lucros extras ou extraordinários (em que as receitas superam os custos), mas apenas os chamados lucros normais, que representam a remuneração implícita do empresário (seu custo de oportunidade).
Assim, no longo prazo, quando a receita total seiguala ao custo total, o lucro extraordinário é zero, embora existam lucros normais, pois nos custos totais, estão compreendidos os custos implícitos (que não envolvem desembolso), o que inclui os lucros normais.
Em concorrência perfeita, como o mercado é transparente, se existirem lucros extraordinários, isso atrairá novas firmas para o mercado, pois também não há barreiras ao acesso. Com o aumentoda oferta de mercado (devido ao aumento no número de empresas), os preços de mercado tenderão a cair, e conseqüentemente também os lucros extras, até chegar-se a uma situação em que só existirão lucros normais, cessando o ingresso de novas empresas nesse mercado.
Deve-se salientar que, na realidade, não existe o mercado tipicamente de concorrência perfeita, sendo talvez o mercado de produtoshortifrutigranjeiros o exemplo mais próximo a esse modelo.
A curva de demanda, do ponto de vista da empresa perfeitamente competitiva, tem a configuração de uma reta, mostrando o preço estabelecido pelas forças de mercado, e todas as firmas componentes desse mercado tornam-se tomadoras de preço. Nenhuma firma isoladamente tem condições de alterar o preço ou praticar preço superior ao estabelecido no...
tracking img