Estrutura de dados heterogêneas - Tipo Registo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1237 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Registros
Vimos inúmeras aplicações onde são
necessários conjuntos de elementos do mesmo
tipo, e para tal utilizamos os vetores.
No entanto em alguns problemas há
necessidade de definirmos conjuntos onde os
elementos não sejam do mesmo tipo.
Um típico exemplo de nosso cotidiano é
utilização do conjunto de informações que
caracterizam um aluno: Nome(caractere),
CPF(inteiro),RG(inteiro), data de
nascimento(caractere), coeficiente de
rendimento(real), etc...
Em uma análise superficial um estudante poderia
pensar que uma solução para a questão apresentada
poderia ser obtida declarando-se cinco variáveis:
algoritmo “exemplo”
var Nome: caractere
CPF: inteiro
RG: inteiro
data_de_nascimento: caractere
coeficiente_de_rendimento: real

Para uma melhor visualizaçãoda utilidade dos
registros basta imaginarmos que ao invés de
manipular as informações de um aluno exista a
necessidade de gerenciamento de uma turma com
cinqüenta alunos.297
Estruturas de dados heterogêneas
Um estudante desatento imaginaria ser
necessário a declaração de 250 variáveis. Porém
um estudante com uma visão adequada sugeriria a
utilização de cinco vetores:
algoritmo“exemplo”
var Nomes: vetor [1..50] de caractere
CPFs: vetor [1..50] de inteiro
RGs: vetor [1..50] de inteiro
datas_de_nascimento: vetor [1..50] de caractere
coeficientes_de_rendimento: vetor [1..50] de real

Porém, manipular de forma adequada os vetores,
mantendo seus dados consistentes, se torna
trabalhoso. Com a utilização de um registro
podemos resolver este problema apenas com umvetor de cinqüenta registros.298
Estruturas de dados heterogêneas
Exemplo:
algoritmo “exemplo”
var alunos: vetor [1..50] de registro
inicio
nome: caractere
CPF: inteiro
RG: inteiro
datas_de_nascimento: caractere
coeficientes_de_rendimento: real
fimregistro

A cada um dos elementos que constituem um
registro é dado o nome de campo. No exemplo
acima temos os campos: nome, CPF, RG,datas_de_nascimento e coeficientes_de_
rendimento.299
Estruturas de dados heterogêneas
Com base no exemplo anterior podemos extrair a
estrutura geral para a declaração de um registro:
: registro
inicio
:
:

:
fimregistro
…300
Estruturas de dados heterogêneas
Abriremos um parêntese em nosso estudo sobre
registros para falarmos sobre definição de tipo de
dado.
Com o objetivode facilitar a leitura e
conseqüentemente o entendimento dos algoritmos
construídos foi criada o conceito de definição de
tipo de dado.
Sintaxe:
tipo :
Exemplo:
tipo vetor_de_inteiros: vetor [1..100] de inteiro
As definições de tipos devem ser feitas entre a
constante caractere que nomeia o algoritmo e a
declaração de variáveis globais ou dos módulos.
Obs.: Um estudante atento jávislumbrou as
vantagens da definição de tipo na passagem de
vetores e registros como parâmetros em módulos.301
Estruturas de dados heterogêneas
Com a utilização dos conceitos vistos podemos
resolver o problema aludido da seguinte forma:
algoritmo “exemplo”
tipo registro_aluno: registro
inicio
nome: caractere
CPF: inteiro
RG: inteiro
datas_de_nascimento: caracterecoeficientes_de_rendimento: real
fimregistro
tipo vetor_de_registros: vetor [1..50] de registro_aluno
var alunos: vetor_de_registros
…302
Estruturas de dados heterogêneas
Agora devemos tratar de como é feita a
manipulação de um registro.
Da mesma forma com que trabalhamos com um
vetor acessando-o elemento a elemento, seja para
atribuição ou seja para consulta de um valor, o
mesmo ocorre com relaçãoaos registros, devemos
acessá-lo campo a campo.
Para acessarmos um determinado campo de um
registro devemos utilizar o operador . da seguinte
forma:
No caso do exemplo com o qual temos trabalhado, a
leitura do campo nome do décimo segundo aluno da
turma é feita através de
leia(alunos[12].nome)
ou a impressão na saída padrão do CPF do terceiro
aluno seria feita da seguinte forma...
tracking img