Estresse

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2427 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTRESSE OCUPACIONAL DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NO CENTRO
CIRURGICO: REVISÃO DE LITERATURA
Karla Dolberth
Kelly Novak
INTRODUÇÃO
Os fatos relatados pela medicina moderna estabelecem que o estresse, é
um desenvolvimento anormal, e é hoje considerado um dos maiores causadores
de distúrbios funcionais no ser humano, seja ele de natureza física, psicológica
ou social. Situações positivas ounegativas podem ser estressantes, porque
ambas requerem adaptações maiores.
Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização
Mundial da Saúde (OMS), respectivamente, o estresse atualmente é considerado
como a doença do século XX, e a maior epidemia mundial.
Os primeiros estudos sobre estresse foram realizados em 1936, pelo
pesquisador canadense Hans Selye, endocrinologista, quedenominou o estresse
como um conjunto de reações que um organismo desenvolve, ao ser submetido
a uma situação que exige esforço para a adaptação.
Em contrapartida, Lazarus e Launier (1978), definem estresse, no modelo
interacionista, como qualquer evento que demande do ambiente externo ou
interno e que taxe ou exceda as fontes de adaptação de um individuo ou sistema
social.
Outro conceito sobreesta questão é adotado por Preston, Ivancevich,
Matteson (1981), que definem o estresse como, uma resposta adaptativa,
mediada por características individuais ou processos psicológicos, sendo uma
conseqüência a qualquer evento externo que identifica demandas físicas ou
psicológicas em um individuo. Tal definição, concordada e expressa por Brunner,

Suddarth (2004), citando estresse comouma condição de ruptura que ocorre em
resposta às influências adversas a partir de um ambiente interno ou externo.
Inúmeros são os termos empregados para definir o estresse, porém
holisticamente, este agravo à saúde pode ser definido como resultado da relação
entre a pessoa, o ambiente e as circunstâncias que a cercam.
Ao se tratar de estresse, não se pode deixar de abordar a Síndrome Geral
deAdaptação, a qual, Hans Selye (1965), utilizou para identificar o processo de
estresse, destacando três fases: alerta, resistência e exaustão. Reflexão
semelhante sobre este tema vem de Lipp (2001), que observou em pesquisas
recentes quatro fases: alerta, resistência, quase-exaustão e exaustão.
Contudo, segundo Lipp (2001), cada fase apresenta suas manifestações
próprias, tais como: aumentoda freqüência cardíaca, com hipervigilância na fase
de alerta, já na fase da resistência há um aumento do córtex da supra-renal o
que eleva a incapacidade de manter a atenção. Na fase quase-exaustão, o
desgaste aumenta levando ao surgimento de doenças psicossomáticas, e na
exaustão, quarta fase, o organismo diminui o rendimento, tornando-se sensível a
reações de emoção.
As manifestações doestresse são de origem fisiológica, provocando
reações, que em excesso na sua intensidade ou duração, podem levar a um
desequilíbrio no organismo. Sua reação é uma atitude biológica necessária para
a adaptação a situações novas. Ou seja, o estresse desencadeia processos
fisiológicos no organismo, para que, o mesmo tenha capacidade de adequar-se
as novas situações que o individuo estaenfrentando ou posteriormente já
enfrentou.
Concorda Lima (1993), dentro das suas concepções, que o estresse
ocorre quando a capacidade de adaptação do individuo é suplantada por eventos
e sobrecargas emocionais muitas vezes no aspecto qualitativo, sendo

quantitativamente insignificantes e, na maioria das vezes decorre de excessos e
tensões emocionais no âmbito afetivo, familiar, profissional e/ousocial.
Dessa forma, ao abordar o tema estresse, o processo fisiopatológico deve
ser analisado. Para Lipp (2001), o individuo ao ser exposto a um fator
estressante, favorece o organismo reagir subitamente, liberando através do
fígado glicose, o que abastece os músculos, e libera os hormônios epinefrina
(adrenalina) e norepinefrina (noradrenalina), os quais entram na corrente
sanguínea das...
tracking img