Estratégias, objetivos, pluralidade e sentidos de leitura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso
Pedagogia

Disciplina
Leitura e Produção de Textos

Tutora Presencial
Kellem Lins

Tutora à Distância
Camila de Melo Andriotti

Autores RA
Angelo Márcio Diogo Correia 2350461322
Jucicleia Rodrigues Barros 2330402318
Leisiane Fernanda R. M. da Silva 2330419365
Rodney Araújo dosSantos 2317373044

BRASÍLIA/DF
2011

Estratégias, Objetivos, Pluralidade e Sentidos de Leitura

Introdução

O trabalho a seguir abordará de forma bastante expressiva a importância da leitura, como uma fonte inesgotável do saber, sendo ela essencial, para que de fato tenhamos um entendimento de mundo partilhado, caracterizando tecnicamente as estratégias necessárias aliadas a umainteração (autor, texto e leitor), obtendo assim um bom aproveitamento da literatura.

Concepção de Leitura

Todos nós sabemos da importância da Leitura em nossas vidas, mas o que é ler? Para que ler? Como ler? Perguntas estas, difíceis de serem respondidas. Pois existem vários métodos para isso, métodos esses que revelaram uma concepção de leitura decorrente das ideias de sujeito, da língua,de texto e de sentido que se adote.
A primeira das concepções é aquela ligada a visão do autor, importando apenas o que o mesmo quis expressar o que ele escreveu, não se importando com a opinião do leitor. O autor é o foco, o sujeito principal, cabendo ao leitor captar a sua mensagem.
Na segunda concepção, a leitura é somente um processo de decodificação das unidades linguísticas, ou seja, oautor agora tem o foco no texto, devendo o leitor reconhecer o sentido das palavras e estruturas do mesmo. Porém, nas duas concepções, o leitor é obrigado a realizar uma atividade de reconhecimento e reprodução, focalizando especificamente o texto.
Na concepção interacional, os textos são produzidos de forma que haja uma relação entre autor, texto e leitor. Nessa concepção é possível ao leitorpensar formas diferentes na produção de sentidos dos textos. Cabe ao leitor interagir com o texto, concordar com o que está claramente escrito ou subentendido nele, e para que isso aconteça é necessário que se tenha em mente os conhecimentos e experiências do leitor.

Estratégias de Leitura

Quando lemos, formulamos uma série de hipóteses, antecipamos aspectos dos conteúdos, elaboramosperguntas, imaginamos como será o final do texto, poderia ter sido diferente?, enfim, criamos expectativas.
Para podermos ler e compreender um texto, é preciso que o leitor tenha outros conhecimentos prévios do assunto abordado pelo autor, afinal ler é mais que um ato de raciocinar. Assim, ao lermos, unimos novas informações preexistentes em nossa mente.
Ao verificarmos as hipótesesrealizadas durante a leitura, devemos observar se o autor confirmou no texto o que antecipamos em nossa mente. Dessa forma, buscaremos em todo o texto os níveis de processamento para comprovar a nossa previsão anterior. Se a informação contida nele é condizente com as hipóteses antecipadas, continuaremos construindo o significado do texto. A compreensão é a única finalidade da leitura.

Leitura eProdução de Sentidos

Para que um texto tenha sentido é necessário que haja uma interação entre autor, texto e leitor, ou seja, o leitor deve ter conhecimento do autor. Deve-se entender a materialidade linguística, que é o elemento fundamental para a compreensão do texto.

Revista Época
Texto 1
Você sabe o que é planking?
[pic]
Planking é… Bem, a foto acima mostra bem o que é: Ficar com ocorpo reto como uma tábua (“plank”), com o rosto para o chão, e pedir que alguém tire uma foto da proeza. A brincadeira começou na Austrália e, pelo Facebook, está “contaminando” o mundo. Só para citar alguns acontecimentos que dão conta da importância da moda virtual… Um australiano morreu ao cair de um prédio depois de tentar fazer planking na sacada, oito foram demitidos por fazer planking...
tracking img