ESTRADAS

Páginas: 5 (1232 palavras) Publicado: 8 de dezembro de 2013








Memória de cálculo de projeto geométrico.


Curso: Engenharia Civil
Disciplina: Estradas I
Componentes: TWENE MENEZES
PEDRO ALAN
JAZIEL FERNANDES
JONH WILLIAM




















1.DEFINIÇÃO DOS PARÂMETROS INICIAIS

1.1 OROGRAFIA DO TERRENO
O TERRENO ESTUDADO É MONTANHOSO.
1.2 VOLUME DE TRÁFEGO
O VOLUME DE TRÁFEGO CONSIDERADO EM PROJETO É DE 60VEÍCULOS POR DIA(MÉDIA).

2. CLASSIFICAÇÃO DA VIA
2.1 CLASSE DE PROJETO DNIT..................................................IV-A
2.2 VELOCIDADE DIRETRIZ.................................................40KM/H
2.3 DISTÂNCIA MÍMNIMA DE VIBILIDADE DE PARADA...............30M
2.4 LARGURA DA FAIXA DE ROLAMENTO......................................3,00M
2.5 LARGURA DOACOSTAMENTO.................................................0,80M
2.6 GABARITO MÍNIMO VERTICAL..................................................5,50M
2.7 AFASTAMENTO LATERAL MÍNIMO DO BORDO DO ACOSTAMENTO:
2.7.1 OBSTÁCULOS CONTÍNUOS....................................................0,3M
2.7.2 OBSTÁCULOS ISOLADOS....................................................0,5M

3. DEFINIÇÃO DAS DIRETRIZES DE TRAÇADO

Dhi =sqrt[(xi - xi-1)² + (yi - yi-1)²]
Azi = tan-1 [xi - xi-1/ yi - yi-1]
Ii = Azi - Azi-1



X
Y
DISTÂNCIA
AZIMUTE
DEFLEXÃO
P INICIAL
649928
6857949






526,50166
30,54

P1
650198
6858401


-32,258



263,19005
-1,718

P2
650188
6858664


-30,901



411,0961
-32,619

P FINAL
649966
6859010





4.DETERMINAÇÃO DAS CONCORDÂNCIAS HORIZONTAIS4.1. RAIO MÍNIMO

CONSIDERANDO A VELOCIDADE DIRETRIZ E A SUPERELEAÇÃO MÁXIMA, A TABELA 2 DEFINE O RAIO MÍNIMO A SER UTILIZADO NAS CURVAS HORIZONTAIS.

TABELA 2: RAIOS MÍNIMOS DE CURVA PARA PROJETOS (metros).
SUPER ELEVAÇÃO MÁXIMA Emax
VELOCIDADE DIRETRIZ KM/H

30
40
50
60
70
80
90
100
110
120
4
30
60
100
150
205
280
355
465
595
755
6
25
55
90
135
185
250
320415
530
665
8
25
50
80
125
170
230
290
375
475
595
10
25
45
75
115
155
210
265
345
435
540
12
20
45
70
105
145
195
245
315
400
490









4.2 RAIO ADOTADO
DADA A TABELA 3 COM OS VALORES DOS RAIOS TABELADOS, OU SEJA, OS QUE PRODUZEM


R < 100,00m
C = 5,00m
100,00m < R < 600,00m
C = 10,00m
R > 600,00m
C = 20,00m
R
D5=G5/2
Dm
R
D10=G10/2Dm
R
D20=G20/2
Dm
31,86
4º30'00"
54'
107,47
2º40'00"
16'
644,60
0º53'20"
2'40"
34,41
4º10'00"
50'
122,81
2º20'00"
14'
736,68
0º46'40"
2'20"
39,09
3º40'00"
44'
143,27
2°00'00"
12'
859,46
0º40'00"
2'
45,26
3º10'00"
38'
171,91
1º40'00"
10'
1031,34
0º33'20"
1'40"
50,58
2º50'00"
34'
214,88
1°20'00"
8'
1289,17
0º26'40"
1'20"
61,41
2º20'00"
28'
286,491º00'00"
6'
1718,88
0º20'00"
1'
71,63
2º00'00"
24'
343,79
0º50'00"
5'
2578,32
0º13'20"
0'40"
85,96
1º40'00"
20'
429,73
0º40'00"
4'
3437,75
0º10'00"
0'30"
95,50
1º30'00"
18'
572,97
0º30'00"
3'
5156,62
0º06'40"
0'20"

CONSIDERANDO A TOPOGRAFIA E OS RAIOS TABELADOS DA TABELA 3, ADOTOU-SE OS SEGUINTES VALORES:
PARA AS CONCORDÂNCIAS 1 E 2:
R1= R2=214,88m

4.3SUPERELEVAÇÃO A ADOTAR
Aplicando a fórmula
𝑒𝑅=𝑒𝑚á𝑥×

Aplicando a fórmula
𝑒𝑅1=𝑒𝑅2=8,000%×= 3,2899%

ADOTA-SE, ARREDONDANDO UMA CASA DECIMAL PARA CIMA,

𝑒𝑅1=𝑒𝑅2=3,30%



5. CÁLCULO DAS CONCORDÂNCIAS HORIZONTAIS
5.1 NECESSIDADE DE CURVA DE TRANSIÇÃO
AS NORMAS DO DNIT SOMENTE DISPENSAM O USO DE CURVAS DE TRANSIÇÃO NAS CONCORDÂNCIAS HORIZONTAIS COM CURVAS CIRCULARES DE RAIOS SUPERIORES AOSVALORES INDICADOS NA TABELA 4 PARA AS DIFERENTES VELOCIDADESDIRETRIZES ALI APONTADAS.
TABELA 4: RAIOS DE CURVA QUE DISPENSAM CURVAS DE TRANSIÇÃO
V(km/h)
30
40
50
60
70
80
90
100
110
120
R(m)
170
300
500
700
950
1200
1550
1900
2300
2800



5.2 DETERMINAÇÃO DAS CURVAS DE TRANSIÇÃO
5.2.1 LIMITES MÍNIMOS(Lmin)
a)CRITÉRIO DO MÍNIMO VALOR ABSOLUTO
Lmin= 0,56*V
V=40Km/h...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Estradas
  • Estradas
  • Estradas
  • estradas
  • estradas
  • Estradas
  • Estradas
  • Estradas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!