Estradas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2679 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Disciplina: Estradas e Transportes II

Laboratório de Geotecnia e Pavimentação (LAPAV)

1. INTRODUÇÃO
 

Definição

Classificação
Parâmetros que definem a escolha do tipode interseção
Fonte: http://www.engenhariacivil.com/

INTERSEÇÕES RODOVIÁRIAS E URBANAS
Prof. Dr. Ricardo Melo



2

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

2.INTERSEÇÕES EM NÍVEL


2.1. Interseções com 3 ramos


São aquelas em que os greides das vias coincidem numa certa extensão Classificação em função do número de ramos:
  





Interseções com 3 ramos Interseções com 4 ramos Interseções de ramos múltiplos
Fonte: DNIT (2005)
3

Também chamados: “entroncamentos” Interseção na qual dois ramos são interceptados por um terceiro ramo numângulo  o o  Interseções em “T”: 75 ≤  ≤ 105
VP


VS

VP: Via principal VS: Via secundária
4

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

Interseção em “T”

2.1.Interseções com 3 ramos




Também chamados: “entroncamentos” Interseções nas quais dois ramos são interceptados por um terceiro ramo num ângulo  o o  Interseções em “T”: 75 ≤  ≤ 105 o  Interseções em “Y”:  < 75

 < 75o
Fonte: clairvoyantgraphics.com
5 6

Em “Y”

1

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof.Ricardo Melo.

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

Interseção em “Y”

2.2. Interseções com 4 ramos


Locais onde duas vias se cruzam



Podem ser:


Ortogonais: 75o ≤

 ≤ 105o


ortogonal
Fonte: flickr.com/photos/us_71/3903115092/in/photostream/
7 8

UFPB/CT/DECA. Disciplina(código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

2.2. Interseções com 4 ramos


Cruzamento

Locais onde duas vias se cruzam



Podem ser:
 

Ortogonais: 75o ≤ Esconsas:

 ≤ 105o 

 < 75o9

Fonte: FHWA (2000)

10

UFPB/CT/DECA. Disciplina (código). Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

UFPB/CT/DECA/LAPAV. Disciplina: Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

2.3. Interseções de ramos múltiplos


2. INTERSEÇÕES EM NÍVEL


Quando a quantidade de ramos émaior ou igual a cinco

Classificação em função da solução adotada
    

Interseção mínima Interseção gota Interseção canalizada Rotatória (rótula) Rotatória vazada
Fonte: DNIT (2005)
12

Fonte: DNIT (2005)

11

2

UFPB/CT/DECA/LAPAV. Disciplina: Estradas e Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

UFPB/CT/DECA/LAPAV. Disciplina: Estradase Transportes II (1703119) – Interseções rodoviárias e urbanas. Prof. Ricardo Melo.

2.4 Interseção mínima
 

2.5 Interseção gota


Interseção sem controle especial Trechos com baixo volume de tráfego:


VP: 300 ucp/h; VS: 50 ucp/h

Em que: VP: via principal VS: via secundária Ucp: unidades de carro de passeio Fonte: DNIT (2005)
13

Solução com ilha direcional (“gota”) na...
tracking img