Estoque

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3016 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

Em qualquer empresa, os estoques representam componente extremamente significativo, seja sob aspectos econômico-financeiros ou operacionais críticos. Nas empresas industriais ou comerciais, os materiais concorrem, quase sempre, com mais de 50% do custo do produto vendido. Por outro lado, nas empresas típicas de prestação de serviços em geral, não há participação maior dosmateriais em relação ao custo do serviço produzido; porém, a confiabilidade e a qualidade desses mesmos serviços dependem, em muito, dos suprimentos de materiais para manutenção, reparo e operação.

Por ser uma atividade intermediária, vital para o processo industrial, o gerenciamento de estoques sofreu forte impacto de mudanças, tendo como conseqüência a necessidade de estruturar-se convenientemente.Hoje em dia, tal processo avalia e dimensiona os estoques em bases cientificas, substituindo o empirismo por soluções e revisa e atualiza os níveis periódica e constantemente para evitar problemas provocados pelo crescimento de consumo ou vendas e alterações dos tempos de reposição

O presente trabalho fará uma abordagem a respeito do tema sistemas de gestão de estoque e nele serão abordados asdefinições e a problemática da formação de estoque, os parâmetros e modelos matemáticos de ressuprimento, o consumo irregular e o moderno gerenciamento.

2 ESTOQUE – DEFINIÇÕES IMPORTANTES

Pode-se definir estoque como:

a. Materiais, mercadorias ou produtos acumulados para utilização posterior, de modo a permitir o atendimento regular das necessidades dos usuários para a continuidade dasatividades da empresa;

b. Reserva para ser utilizada em tempo oportuno;

c. Recursos ociosos que possuem valor econômico, os quais representam um investimento destinado a incrementar as atividades de produção e servir aos clientes.

2.1 A EXISTÊNCIA DOS ESTOQUES

A manutenção de estoques requer investimentos e gastos elevados. A formação de estoques consome capital de giro que pode nãoestar tendo nenhum retorno do investimento efetuado, e é por isso que o ideal seria evitar a sua formação ou, quando muito, tê-los em número reduzido de itens e em quantidades mínimas sem que aumente o risco da demanda não ser satisfeita. Mas, por outro lado, outro segmento da empresa poderá necessitar com urgência, motivo pelo qual o gerenciamento deve projetar níveis adequados, objetivando manter oequilíbrio entre estoque e consumo.

2.1.1 Razões para a existência de estoques

a. Impossibilidade de ter os materiais em mãos na ocasião em que as demandas ocorrem;

b. Redução da freqüência dos contatos com o mercado externo;

c. Benefícios obtidos em função das variações dos custos unitários;

d. Segurança contra os riscos de produção do mercado fornecedor.

2.1AMPLITUDE DA GESTÃO DE ESTOQUE

2.2.2 Principais atividades de gestão de estoques

CLASSIFICAÇÃO
ABC
CLASSIFICAÇÃO
ABC

CUSTOS
CUSTOS

COMPORTAMENTO
DA DEMANDA

COMPORTAMENTO
DA DEMANDA


PARÂMETROS DE
RESSUPRIMENTO
PARÂMETROS DE
RESSUPRIMENTO
INVENTÁRIO
FÍSICO
INVENTÁRIOFÍSICO
GESTÃO
DE
ESTOQUES
GESTÃO
DE
ESTOQUES

CONTABILIZAÇÃO
CONTABILIZAÇÃO
SANEAMENTO
SANEAMENTO
INDICADORES
GERENCIAIS
INDICADORES
GERENCIAIS
REPOSIÇÃO
MÉTODOS DE
CONTROLE
REPOSIÇÃO
MÉTODOS DE
CONTROLE
Figura 01 FONTE: VIANA, João José2.2 PROBLEMÁTICA DA FORMAÇÃO DE ESTOQUE

Inicialmente, o controle e reposição de estoque realizavam-se manualmente, de forma precária utilizando-se das fichas de estoque. Posteriormente, como medida prática utilizada para equacionar a problemática do quanto e quando ressuprir, adotou-se como procedimento os critérios da classificação ABC, conforme demonstra a figura a seguir:

Classe |...
tracking img