Estimativa de custo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 48 (11831 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estimativa do Custo Econômico do
Desmatamento na Amazônia*
Ronaldo Seroa da Motta
Rio, julho 2002

1 INTRODUÇÃO .............................................................................................................................2
2 REVISÃO DA LITERATURA........................................................................................5
3 METODOLOGIA ADOTADA E ESTIMATIVAS......................................10
3.1
3.2
3.3
3.4
3.5
3.6

EXTRATIVISMO MADEIREIRO ................................................................................................11
EXTRATIVISMO NÃO -MADEIREIRO .....................................................................................12
ECOTURISMO.................................................................................................................................12
ESTOQUE DE CARBONO..........................................................................................................13
BIOPROSPECÇÃO ........................................................................................................................15
VALOR DEEXISTÊNCIA.............................................................................................................16

4 RESUMO DAS ESTIMATIVAS E CONCLUSÕES.............................21
BIBLIOGRAFIA ................................................................................................................................25

*

Este estudo faz parte do projeto Causas e Dinâmica dos Desmatamentos na Amazônia do Banco
Mundial coordenado por SergioMargulis. O autor reconhece a participação de Ramon Ortiz
(Doutorando da Universidade de Bath) na revisão da literatura de bio-prospecção, Walter Belluzzo
Jr. (USP/Ribeirão Preto) na de valor de existência e Yann Alves (IPEA) na revisão dos estudos da
Seção 2. Alexia Rodrigues, Luiza Camaret e Rodrigo Padilha apoiaram o levantamento e
tratamento dos dados. Agradecemos a Márcia Gonzaga Rocha doSEBRAE/MS pelas informações
gentilmente cedidas sobre eco-turismo.

texto para discussão | 8 8X | jun 2002

1

1 INTRODUÇÃO
O valor econômico dos recursos ambientais geralmente não é observável no
mercado através de preços que reflitam seu custo de oportunidade. Entreta nto, eles
têm atributos de consumo associados ao seu uso e à sua existência que afetam
tanto a produção de bens eserviços privados como diretamente o consumo dos
indivíduos. Assim, é comum na literatura desagregar o valor econômico total d o
recurso ambiental (VET) e m valores de uso (VU) e de não- uso (VNU1).
O valor de uso pode ser, por sua vez, desagregado em:
Valor de uso direto (VUD) — quando se utiliza atualmente um recurso, por
exemplo, na forma de extração, visitação ou outra atividade de produçãoou
consumo direto.
Valor de uso indireto (VUI) — quando o benefício atual do recurso deriva-se
indiretamente das funções ecossistêmicas.
Valor de opção (VO) — valor de usos diretos e indiretos que poderão
potencialmente existir em futuro próximo.
O valor de não-uso (ou valor passivo) representa o valor de existência (VE)
que está dissociado do uso (embora represente consumo ambiental) ederiva -se de
uma posição moral, cultural, ética ou altruística em relação aos direitos de
existência de espécies não-humanas ou preservação de outras riquezas naturais,
mesmo que estas não representem uso atual ou futuro para o indivíduo.2 Há,
contudo, uma controvérsia na literatura quanto ao VE representar o desejo do
indivíduo de manter certos recursos ambientais para que seus herdeiros, istoé, as
gerações futuras, usufruam de usos diretos e indiretos (
bequest value). É uma
questão conceitual considerar até que ponto um valor assim definido está mais
associado ao valor de opção do que ao de existência. O que importa para o desafio
da valoração, é admitir que os indivíduos podem assinalar valores
independentemente do uso que fazem hoje ou pretendem fazer amanhã.
Assim, uma...
tracking img