Estilos de aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5196 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTILOS DE APRENDIZAGEM:
A importância do educador conhecer este processo



Adriana de Mello Tridapalli


Silvio Luiz Indrusiak Weiss

Curso de Especialização em Psicopedagogia
Instituto Catarinense de Pós-Graduação – ICPG
Instituto Fayal de Ensino Superior - IFES




Resumo


Um novo cenário se mostra presente na educação. Muitos estudos foram desenvolvidos na área dapsicologia, neurociências, entre outras áreas a partir de interesses em diferenças individuais. Este artigo aborda o que é aprender, o que é inteligência e diversas tendências atuais na pedagogia (os dois lados do cérebro, as múltiplas inteligências, a inteligência emocional, temperamentos e estilos de aprendizagem), mostrando que em cada uma dessas abordagens, existem diferentes concepções sobre amaneira de aprender e de ensinar, cabendo a nós educadores renovar nossa mente e a nossa prática, buscando uma maior eficiência no processo de ensino e aprendizagem.


Palavras-chave: Ensino. Aprendizagem. Inteligência. Estilo de aprendizagem. Temperamento.


1. INTRODUÇÃO


Os estudos sobre estilos de pensar e aprender foram muitos e tiveram popularidade durante a década de 60 e iníciodos anos 70. Nas duas décadas seguintes as pesquisas sobre o assunto diminuíram e este declínio deixou esse campo do conhecimento, por certo tempo, fragmentado e incompleto e sem uma clara utilidade. Hoje com as transformações tecnológicas, o conhecimento acelerado da sociedade, ele se encontra novamente em evidência, sendo seriamente considerado, em especial por pessoas envolvidas em práticaseducacionais.


A psicologia, a neurociência, entre outras ciências, tem estudado o comportamento humano e tentado compreendê-lo para auxiliar a pedagogia, as técnicas de auto-conhecimento e a terapia para os distúrbios da mente humana. Muitas teorias têm se sucedido, muitas vezes se completando, outras vezes eliminando crenças tidas como verdadeiras até então.


Hoje é aceito oconceito de que há uma parte do comportamento humano é genético, presente nas potencialidades do sistema nervoso, nos instintos, ou seja, já nasce conosco, e outra parte é moldada a partir de nossas experiências de vida, relacionamentos e traumas.


É importante que o professor detenha o conhecimento sobre essas abordagens teóricas para a melhoria da qualidade de ensino, bem como sobreutilização de métodos, técnicas e recursos de instrução. Cada uma dessas abordagens apresenta uma visão do processo ensino-aprendizagem.


Existe uma teoria muito importante, a dos “estilos de aprendizagem” (Bernice McCarthy, 1987) que parte da idéia que indivíduos têm diferentes maneiras de “perceber” e de “processar a informação”, o que implica diferenças nos seus processos deaprendizagem.


O conceito de estilos de aprendizagem tem sua raiz na Psicologia. Das interações entre os processos cognitivos, emocionais, e genéticos (personalidade / temperamento) do indivíduo.

Assim, o objetivo deste artigo é dificultar nossa tarefa como educadores. Não poderemos mais ensinar do modo como aprendemos e achar que todos irão aprender também. Não poderemos mais fazer umjuízo fácil sobre quem é talentoso e quem não é. A teoria dos estilos de aprendizagem exige de todos o repensar da prática pedagógica: “como ensinamos?”. Provoca reflexões e também alerta para o fato de como são as pessoas. Não como se imagina que as pessoas sejam, nem como se desejaria que elas fossem.


2. OS ESTILOS DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO


2.1. APRENDER

A princípio parece justoque cada indivíduo deve ser tratado da mesma forma: estudar as mesmas matérias, ser avaliado da mesma maneira; ninguém tem vantagens especiais. A escola uniforme parte do princípio de que todos os indivíduos são iguais e, portanto, que a educação uniforme atinge todos eles de forma igual e eqüitativa. Mas somos visivelmente diferentes uns dos outros e temos personalidades e temperamentos...
tracking img