Estigma - goffman

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 197 (49205 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTIGMA - NOTAS SOBRE A MANIPULAÇÃO DA IDENTIDADE DETERIORADA

Erving Goffman

Autor: Erving Goffaman Título: Estigma – notas sobre a manipulação da identidade deteriorada Tradução: Mathias Lambert Data da Digitalização: 2004 Data Publicação Original: 1891

2

ÍNDICE PREFÁCIO 1. ESTIGMA E IDENTIDADE SOCIAL Noções Preliminares O Igual e o "Informado A Carreira Moral 2. CONTROLE DEINFORMAÇÃO E IDENTIDADE PESSOAL O Desacreditado e o Desacreditável A Informação Social Visibilidade A Identidade Pessoal Biografia Os Outros como Biógrafos O Encobrimento Técnicas de Controle de Informação O Acobertamento 3. ALINHAMENTO GRUPAL E IDENTIDADE DO EU Ambivalência As Apresentações Profissionais Alinhamentos Intragrupais Alinhamentos Exogrupais A Política de Identidade 4. O Eu E Seu OutroDesvios e Normas O Desviante Normal Estigma e Realidade 5.Desvios E COMPORTAMENTO DESVIANTE

3

PREFÁCIO Há mais de uma década vem sendo apresentada uma quantidade razoável de trabalhos sobre estigma - a situação do indivíduo que está inabilitado para a aceitação social plena. A este trabalho foram acrescentados, vez por outra, estudos clínicos úteis e seu quadro de referência aludiu,continuamente, a novas categorias de pessoas. Neste ensaio desejo rever alguns trabalhos sobre o estigma, especialmente alguns trabalhos populares, para ver o que eles podem fornecer à sociologia. Será realizado um exercício no sentido de separar o material sobre o estigma de fatos vizinhos, de mostrar como este material pode ser descrito, de uma forma econômica no interior de um único esquema conceptual, ede esclarecer a relação do estigma com a questão do desvio. Essa tarefa me permitirá utilizar um conjunto específico de conceitos: aqueles relacionados à "informação social", a informação que o indivíduo transmite diretamente sobre si.
“Querida Senhorita Lonelyhearts, Tenho 16 anos e não sei como agir. Gostaria muito que a senhora me aconselhasse. Quando eu era criança. não era muito ruim porqueme acostumei com os meninos do quarteirão que caçoavam de mim, mas agora eu. gostaria de ter namorados como as outras meninas e sair nas noites de sábado, mas nenhum rapaz sairá comigo porque nasci sem nariz - embora eu dance bem, tenha. um tipo bonito e meu pai me compre lindas roupas. Passo o dia inteiro sentada, me olhando e chorando. Tenho um grande buraco no meio do meu rosto que: amedrontaas pessoas e a mim mesma, e não posso, portanto, culpar os rapazes por não quererem sair comigo. Minha mãe me ama muito, mas chora muito quando olha para mim. Que fiz eu para merecer um destino tão terrível? Mesmo que eu tivesse feito algumas coisas ruins, não as. fiz antes de ter um ano de idade, e eu nasci assim. Perguntei a papai e ele disse que não sabe, mas que pode ser que eu tenha feito algono outro mundo, antes de nascer, ou que eu esteja sendo punida pelos pecados dele. Não acredito nisto porque ele é um homem muito bom. Devo me suicidar? Sinceramente, Desesperada.”

Extraído de Miss Lonelyhearts, de Nathanael West, pp. 14-15. Copyright 1962 por New Directions. R,eimpressra por permissão de New Directions, Publishers N. do T. - Corações Solitários.

4

1. ESTIGMA eIDENTIDADE SOCIAL Os gregos, que tinham bastante conhecimento de recursos visuais, criaram o termo estigma para se referirem a sinais corporais com os quais se procurava evidenciar alguma coisa de extraordinário ou mau sobre o status moral de quem os apresentava. Os sinais eram feitos com cortes ou. fogo no corpo e avisavam que o portador era um escravo, um criminoso ou traidor uma pessoa marcada,ritualmente poluída, que devia ser evitada; especialmente em lugares públicos. Mais tarde, na Era Cristã, ,dois níveis de metáfora foram acrescentados ao termo: o primeiro deles referia-se a sinais corporais de graça divina que tomavam a forma de flores em erupção sobre a pele; o segundo, uma alusão médica a essa alusão religiosa, referia-se a sinais corporais de distúrbio físico. Atualmente, o termo é...
tracking img