Estetica no periodo moderno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2637 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Toda a história humana, desde os tempos pré-históricos, é marcada pela arte, porque é o modo como os homens manifestam todos os seus sentimentos, caracteriza-se por fazê-lo penetrar-se na sua intimidade e elevá-lo ou transcendê-lo, a fim de expressar o que sente. Através de sensações corpóreas, quer pela visão quer por um dos outros órgãos do sentido, a arte torna-se um intensodiálogo entre o eu, o mundo e os outros.
A era moderna, sem dúvida, ofereceu ao mundo valiosa contribuição seja no campo artístico ou para a reflexão filosófica, bem como às ciências, apontando que é possível todas as formas de atividades do homem estar interligadas. Esse período foi berço de grandes construções filosóficas, dentre as quais, neste trabalho, abordam-se as de Hegel e Schelling, notocante ao que se pronunciam a respeito do belo e da sua relação com a pessoa e tudo o que está a sua volta e o envolvimento da arte com o mundo metafísico, que foi considerada como revelação e cópia, embora imperfeita, do transcendente. Para aqueles pensadores, a arte é o meio de aproximação com o mundo além da imanência, pois tudo provém daí.
Não é possível pensar a arte afastada da reflexãofilosófica, pois sendo expressão do homem e de si mesmo, requer compreensão que está além dos sentidos humanos ou de meros instintos, porque eleva o homem além de sua corporeidade, embora esteja intimamente ligada a ela.

1 A ESTÉTICA E O PERÍODO MODERNO

O período moderno, compreendido entre a queda de Constantinopla, em 1453 e a Revolução Francesa, em 1789, foi um tempo de intensas transformações,que ainda hoje, quase cinco séculos depois, continua a ecoar na vida das pessoas.
Paralelamente com o início dessas mudanças, o renascimento artístico europeu teve por objetivo “[...] dignificar o trabalho do artista, ao elevá-lo à condição de trabalho intelectual” (ARANHA e MARTINS, 1998, p.365), visto que a obra desvincula-se da função catequética, que lhe fora atribuída pelos medievais,deixando os seus padrões e a arte retrocede ao período helenístico clássico, no qual o corpo recebe exaltação e é desvalorizado. Esse movimento foi ainda o fruto da nova mentalidade surgida com o advento da Era Moderna, na qual, o homem se percebe como eixo do mundo, ainda que para tal concepção, seja necessário descentralizar Deus e, consequentemente, abandonar a religiosidade.
À obra de arte e aoartista são conferidos o caráter científicos e empíricos, pois a partir da arte é possível expressar aquilo que foi pensado e provado por experiências. Asseguram Aranha e Martins (1998, p. 365), que:

A perspectiva científica, a teoria matemática das proporções que possibilitam a criação da ilusão da terceira dimensão sobre uma superfície plana, as conquistas da astronomia, da botânica, dafisiologia e da anatomia são incorporados às artes.


A renascença foi considerada como um período de transformações, no entanto, Covisier apud Figueira (2007), atribui-a como um tempo em que essas mudanças não foram abruptas, mas graduais, ilustrando que o homem é um agente constituinte da história.
Segundo Buarque et al (1979), no século XV, paralelamente à formação dos diversos estadosnacionais, começou a surgir o homem novo, desligado da divindade, que tornou-se o protagonista e o centro do universo, contudo, a própria Igreja valeu-se dessa primavera cultural, prova disso é a Basílica de São Pedro, ornada com obras de Rafael, Michelangelo, entre outros.
Durante a Idade Moderna foi criado o conceito de estética, em 1750, por Baumgarten, numa obra de mesmo nome, que definia aestética como doutrina do conhecimento sensível, pois a arte está intimamente ligada aos sentidos. Conforme Chauí (2000), o uso inicial do termo referia-se ao estudo de obras artísticas e tinha como finalidade, o belo; contudo, no decorrer dos anos, significará, também a investigação filosófica das artes.
Nunes (2002) assegura que característica da estética não é apenas o estudo do belo e que este...
tracking img