Estetica do cinema

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5203 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Espírito Santo
Disciplina: Estética e Linguagem Audiovisual
Aluno: Bruno Nunes
Professor: Cléber Carminati

Estética do Cinema
Capítulo II – Os signos de uma escrita.
Os Elementos de uma linguagem.

* O tempo:
O domínio da escala do tempo é um dos procedimentos mais notáveis do cinema: na tela, a duração de um fenômeno pode ser, à vontade, interrompida,alongada, encurtada e até mesmo invertida.

1. A câmera lenta – Esse procedimento permite colocar em evidência a beleza de um gesto ou a elegância de uma atitude. Além disse, demonstrou-se que o efeito da câmera lenta provoca muitas vezes a adesão completa do espectador, um recuo de sua consciência, acompanhado de reações afetivas diversas e às vezes psicomotoras. A câmera lenta pode sugeririmagens de paz, de resignação, de esforço intenso e contínuo, de impotência, ou, ao contrário, de potência.
2. A câmera rápida – Os cientistas usam com frequência a técnica da câmera rápida ou da câmera ultrarrápida nos seus estudos sobre fenômenos lentos: processos de cristalização, crescimento vegetal ou animal, divisão dos ovos e células, desenvolvimento de embriões, corrosão de metais, etc.Graças à técnica da câmera rápida, é possível criar inúmeros efeitos cômicos, e mesmo as cenas mais dramáticas ou mais dolorosas podem provocar risos ou tornarem-se francamente cômicas: produz-se no espectador um rebaixamento da tensão psíquica, resultante da sensação de uma espécie de degradação sem gravidade das pessoas e das coisas.
3. A interrupção do movimento – O cinema é essencialmentemovimento. A vida é dissimetria, desequilíbrio, movimento: caracteriza-se pela mobilidade, pela atividade, pelo dinamismo, não pode ser suspensa. O comportamento humano não admite equilíbrio na ausência de movimento. A interrupção do movimento não tem, portanto, nenhum sentido físico ou psicológico.
4. Inversão do movimento – Uma das possibilidades mais notáveis do cinema é a que permite queo tempo se desenvolva na direção oposta á normal. O processo de inversão do movimento serviu para realizar inúmeras trucagens e para criar efeitos cômicos interessantes: mergulhadores que saem da água e voltam ao trampolim, pessoas que andam para trás na rua, dança ao contrário... A inversão do movimento permite uma melhor compreensão de certas noções abstratas da física moderna, ligadas àprincipal dimensão da ciência: o tempo. Um fenômeno, que teve lugar no passado, não tem réplica no futuro.
5. Contração e dilatação do tempo (flashback e flash-foward). Presente, passado e futuro – É bastante raro que a duração do filme seja apresentada como idêntica à duração da ação. O tempo da percepção e o tempo psicológico diferem totalmente do tempo científico, que é determinado por movimentosexteriores, independentes do espectador (o tempo vivido pela consciência é uma síntese do passado e do futuro). Uma narração resumida, servindo-se de algumas tomadas marcantes - em número reduzido - provoca frequentemente um maior impacto sobre o espectador. É possível traduzir então, com o máximo de intensidade, emoções e sentimentos violentos e inesperados. Ás vezes uma personagem que sedesdobra age, num mesmo plano e num mesmo espaço dramático, no presente e no passado, havendo assim a fusão de duas temporalidades. Em inúmeros filmes assistimos a um ou vários saltos em direção ao próximo ou longínquo em relação ao presente (mais raramente, em relação a um primeiro passado) da ficção, a retornos (flashback de primeiro ou segundo grau). Também podemos assistir, embora com menorfrequência, a um salto para o futuro a partir de uma sequência no presente (flash-foward). É uma montagem audaciosa, pois nem sempre o pensamento do autor fica evidente: como, na realidade, o futuro é incerto, há muitos futuros possíveis nos quais o homem pode engajar-se.

* O espaço:
O cinema vale-se de um total domínio do espaço. Raramente o diretor contenta-se em reproduzir um espaço global...
tracking img