Esteroide e perconceitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2690 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Estereótipos e preconceitos




Trabalho realizado em unidades Ufcs por:
Maria Teresa Martinho Ferreira Valente
Data: 06 de Março de 2013
Professor: Dra. Maria José Ferreira

Introdução



Ao escolher este tema tive como preocupação, mostrar acima de tudo, a minha visão pessoal sobre estes dois estigmas da nossasociedade, que ainda hoje em pleno século vinte e um, marca de forma muito negativa as sociedades, o trabalho, as ligações sociais e pessoais.
O estereótipo é um conjunto de crenças que dá a imagem simplificada das características de um grupo ou dos membros de um grupo.
Estereótipos são as imagens que nos aparecem de imediato na cabeça quando mencionamos um nome, por exemplo burro, a pardaquilo que caracteriza esse mesmo nome.
Os estereótipos aprendidos no processo de socialização, correspondem a um processo de caracterização social, têm a função de simplificar a interpretação que fazemos do real.
Os estereótipos são os fundamentos dos preconceitos.
O preconceito é uma atitude que envolve um pré- juízo, na maior parte das vezes negativo, relativamente a pessoas ou grupos sociais.Estes também se aprendem no processo de socialização. Assim, formamos preconceitos, noções generalizadas, a partir das ideias e das crenças que aprendemos nos grupos a que pertencemos. É uma disposição adquirida cujo objetivo é o estabelecimento de uma diferença social.
Na conclusão deste trabalho tentarei desmistificar estes conceitos e afirmar que são aprendidos de forma cognitiva e enraizadosdesde a nascença.





P.1
Desenvolvimento


IODAUPRECONCEITOS E ESTEREÓTIPOS




O Referencial de Competências-Chave de nível secundário, na área de Cidadania e Profissionalidade – Unidade de Competência 3 – Reflexividade e Pensamento Crítico, tem como Tema “Questionar e desconstruir preconceitos próprios e estereótipos sociais”. Perante estes “palavrões” que são, aliás, umaconstante do Referencial em quase todos os Domínios de Referência, não admira que os alunos, ou os adultos como são designados todos aqueles que enveredam pelo caminho do reconhecimento, validação e certificação de competências, sintam inicialmente o Processo como um autêntico quebra-cabeças e, provavelmente, feito a pensar em mentes sobredotadas e não para simples mortais que aprenderam na vivênciapratica do dia-a-dia, ou como se costuma dizer na “Escola da Vida”, muito mais do que aquilo que é possível ser ensinado através de mera teoria em qualquer outra escola.

Antes de abordar mais profundamente este tema importa fazer aqui a distinção entre preconceito e estereótipo, que embora estejam intimamente ligados, têm no entanto alguma diferença:

O preconceito é uma opinião ou conceitoformado antecipadamente, sem maior ponderação ou conhecimento dos factos.
O estereótipo é uma opinião pronta, uma ideia ou expressão muito utilizada, um conjunto de características presumidamente partilhadas por todos os membros de uma categoria social.
P.2
Nunca me tinha preocupado com tal coisa antes de chegar a esta fase do Processo UFCS e, embora conhecesse o significado de preconceito eestereótipo, não era algo que estivesse muito presente na minha vida e julgo que também na mente da maioria das pessoas. Não gosto de fazer juízo de valores de ninguém, não me julgando a mim próprio de preconceituoso, mas tenho os meus defeitos como toda a gente e não posso dizer que nunca o tenha sido e como tinha que abordar esse tema, falei daquilo que sabia e de que tinha alguma experiência ouconhecimento. Creio que a maioria das pessoas ao falar de preconceito se quer referir, na sua grande maioria, a preconceitos sobre raças, costumes ou religiões. Mas a verdade é que podem existir preconceitos sobre as mais variadas coisas e não terão que ser forçosamente preconceitos ou estereótipos negativos, pois muitas vezes produzimos pensamentos sobre determinadas coisas ou pessoas que são...
tracking img