Estequeometria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1018 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTEQUEOMETRIA

Objetivo
Demonstrar através da lei de Lavoisier que em qualquer sistema, físico ou químico, nunca se cria nem se elimina matéria, apenas é possível transformá-la de uma forma em outra.
Introdução
A lei da conservação da massa explica um dos grandes problemas com o qual nos defrontamos atualmente: a poluição ambiental, compreendendo água, solo e ar.
Os estudos experimentaisrealizados por Lavoisier o levaram a concluir que, numa reação química que se processe num sistema fechado, a massa permanece constante, ou seja, a soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos. Já a lei de Proust ou lei da composição definida nos diz que a composição química das substancias compostas é sempre constante não importando sua origem.
Parte Experimental
ParteI
Material Utilizado
Vidraria: 3 béqueres, papel de filtro, bastão de vidro.
Reagentes: nitrato de bário 1,0 mol/l, ácido sulfúrico 1,2 mol/l.
Equipamentos: balança de precisão.
Procedimento e Observação
Numeramos três béqueres limpos e secos de 1 a 3 e pesamos cada um. As massas foram respectivamente:
mbéquer1 = 30,28g
mbéquer2 = 48,86g
mbéquer3 = 112,04g
Transferimos 10ml da solução denitrato de bário 1,0 mol/l para o béquer 1. Pesou-se novamente este béquer com o sal, obtendo-se:
m1 = 40,43g
A massa da solução de sal é portanto:
msal = m1 – mbéquer1
msal = 10,15g
Transferimos 10ml de solução de ácido sulfúrico 1,2 mol/l para o béquer 2, pesando-se o conjunto em seguida.
m2 = 60,92g
Portanto a massa da solução de ácido é:
mácido = m2 – mbéquer2
mácido = 12,06gTransferimos então todo o conteúdo do béquer 1 (solução de nitrato de bário) para o béquer 3, e logo após transferimos lentamente o conteúdo do béquer 2 (solução de ácido sulfúrico) para o béquer 3. Imediatamente observamos a formação de precipitado branco e fino, que é o sulfato de bário, segundo a equação abaixo:
Ba(NO3) 2 + H2SO4= BaSO4 + 2HNO3
Após leve agitação, pesamos o béquer 3 e calculamos amassa de produtos contida nele:
m3 = 132,90g
mprodutos = m3 – mbéquer3
mprodutos = 20,86 g
Observações
Através da lei de Lavoisier, é de se esperar que, neste experimento, a massa obtida no béquer 3 seja igual à soma das massas dos reagentes nos béquers 1 e 2, uma vez que não há perda de matéria. Somando as massas de solução de nitrato de bário e ácido sulfúrico utilizados como reagentes,temos:
msal + mácido = 10,15 + 12,06 = 22,21g
A massa obtida do produto foi de 20,86g, ou seja, contendo erro de 1,35g. Este é um erro bastante considerável, porém há várias fontes de erro no experimento que podem ter causado a diferença de 6,1%. A própria balança, uma parte de reagentes ficou nos béqueres originais, mesmo que algumas gotas, provocando diminuição da massa a reagir. Também o fatode arredondamento de casas decimais e preenchimento dos béqueres. E por final, parte do precipitado pode ter ficado nas paredes do béquer 3, não passando para o papel de filtro. Contudo, o erro de 6,1% é pequeno para os objetivos do experimento. Pode-se considerar que a massa foi conservada na reação comprovando assim a lei de Lavoisier.Parte II
Material Utilizado
Vidraria: 3 béqueres, papel de filtro, bastão de vidro.
Reagentes: dicromato de potássio e nitrato de chumbo.
Equipamentos: balança de precisão.
Procedimento e Observação
Numeramos três béqueres limpos e secos de 1 a 3 e pesamos cada um. As massas foram respectivamente:
mbéquer1 = 30,02g
mbéquer2 = 50,36gmbéquer3 = 112,06g
Pesamos 0,804 de dicromato de potássio no béquer 1 e adicionamos 25 ml de água.
m1 = 54,89g
A massa da solução é portanto:
m = m1 – mbéquer1
m = 24,87g
Obs: O cromato de potássio se dissolveu completamente na água, ou seja, houve uma dissociação de íons.
Pesamos 0,601 de nitrato de chumbo no béquer 2 e adicionamos 25 ml de água.
m2 = 75,05g
Portanto a massa da...
tracking img