Estatística nas empresas brasileiras

O USO DA ESTATÍSTICA NAS EMPRESAS BRASILEIRAS


1. INTRODUÇÃO

A sociedade muda constantemente, não sendo possível determinar o momento exato de quando essa mudança ocorre. A inserção dedeterminados instrumentos na vida cotidiana das pessoas reflete diretamente na maneira como elas se comportam socialmente, tendo em vista que é no âmago social que se constituem as preferências e aslimitações de consumidor.

Não nos comunicamos apenas pela escrita; o conjunto de fatos sociais diz muito sobre a forma de pensar das pessoas, assim como as tradições e a cultura de um povo esclarecem muitosaspectos da sua forma de ver o mundo e de aproximar-se dele.

Então, a constatação de que os fatos sempre ocorrem dentro de um contexto determinado nos induzem a concluir que os consumidores aopreferirem algum produto tem um motivo e esses motivos podem ser desvendados com o uso de técnicas apropriadas. E é aí que a estatística consegue executar uma de suas finalidades em construir dados quepossibilitem visualizar a realidade social.

2. CONCEITO DE ESTATÍSTICA

O que modernamente se conhece como estatística, “é um conjunto de técnicas e métodos de pesquisa que entre outros tópicosenvolve o planejamento do experimento a ser realizado, a coleta qualificada dos dados, a inferência, o processamento, a análise e a disseminação das informações”. (ENCE, 2008, s/p).

A Estatística é umsegmento da matemática aplicada surgida nas questões de estado e governo. Daí o nome Estatística ser originário do termo latino status. Situações ocasionais como número de habitantes, quantidade deóbitos e nascimentos, quantidades produzidas e quantitativos das riquezas formaram os primórdios dos problemas que deram início ao pensamento estatístico. (JUNIOR, 2001, p. 36).

A necessidade deexpressar o grau de incerteza na ocorrência dos experimentos e de explicar o fato de duas experiências iguais poderem ter resultados diferentes leva ao reconhecimento da racionalidade probabilística...