Estampagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1326 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Senai Nadir Dias de Figueiredo

Nome: Thiago Soares Terra série: 2 NA Profº. José Roberto Data: 1/11/2011

Matéria: Ensaios de materiais


Assunto: Ensaios destrutivos


Título: Relatório Técnico do Ensaios Mecânicos de Tração

Relembrando: Ensaios destrutivos:são aqueles que deixam algum sinal napeça ou é retirado corpo de prova que posteriormente é submetido ao ensaio e após o ensaio é inutilizado,já que o ensaio é destrutivo.
Objetivo: Determinar a resistência (propriedade mecânica) dos materiais.
Observação: As propriedades mecânicas são uma das características mais importantes dos metais em suas várias aplicações na engenharia, já que o projeto e fabricação de produtos debaseiam principalmente no comportamento destas propriedades.
Para que serve: Os ensaios de tração permitem conhecer como os materiais reagem aos esforços de tração, quais os limites de tração que suportam e a partir de que momento se rompe.Quando são submetidos a campos de forças e/ou momentos, os metais deformam-se. A intensidade e o tipo de deformação sofrido pelo metal são funções daresistência mecânica do metal, da intensidade das forças e momentos aplicados,do caminho da deformação entre outros.
Equipamento: Máquina Universal de Ensaios - AMEModelo Monocoluna de Mesa
Modelo AME - 2 KN Capacidade 2KN (200Kgf)


Observação: Toda máquina gera um reltório ,cada uma com o seu layout,porém com as informações básicas necessárias do ensaio.


Resultados: Em um ensaio de tração, obtém-se o gráfico tensão-deformação, na qual é possível analisar o comportamento do materialao longo do ensaio. Do início do ensaio, até a ruptura, os materiais geralmente passam por deformação elástica e deformação plástica.
Deformação elástica "Para a maioria dos metais que são solicitados em tração e com níveis de tensão relativamente baixos, a tensão e a deformação são proporcionais de acordo com a relação abaixo.
Esta é a conhecida lei de Hooke uniaxial e a constante deproporcionalidade “E” é o módulo de elasticidade, ou módulo de Young.
As deformações elásticas não são permanentes, ou seja, quando a carga é removida, o corpo retorna ao seu formato original. No entanto, a curva tensão-deformação não é sempre linear, como por exemplo, no ferro fundido cinzento, concreto e polímeros.
Até este ponto, assume-se que a deformação elástica é independente do tempo, ouseja, quando uma carga é aplicada, a deformação elástica permanece constante durante o período em que a carga é mantida constante. Também é assumido que após a remoção da carga, a deformação é totalmente recuperada, ou seja, a deformação imediatamente retorna para o valor zero."
Deformação plástica Acima de uma certa tensão, os materiais começam a se deformar plasticamente, ou seja,ocorrem deformações permanentes. O ponto na qual estas deformações permanentes começam a se tornar significativas é chamado de limite de escoamento.Para metais que possuem transição gradual do regime elástico para o plástico, as deformações plásticas se iniciam no ponto na qual a curva tensão-deformação deixa de ser linear, sendo este ponto chamado de limite de proporcionalidade (ou tensãolimite-elasticidade). No entanto, é difícil determinar este ponto precisamente. Como conseqüência, criou-se uma convenção na qual é construída uma linha reta paralela à porção elástica, passando pela deformação de 0,2% da deformação total. A tensão correspondente à intersecção desta linha com a curva tensão-deformação é o limite de escoamento (ou tensão de cedência).A magnitude do limite de escoamento é a...
tracking img