Estamira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (758 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Esta história começa em 2000, no lixão Gramacho, em Duque de Caxias (município da
Baixada Fluminense, no Estado do Rio de Janeiro),

Estamira surgiu de conversas que giravam em torno, principalmente,dos temas trabalho e consumo. Estamira representa o lado sombrio de uma sociedade pobre de afeto. Seu delírio tem uma história individual, percebemos que algumas características nos uniam, como,por exemplo, a necessidade/vontade de exercer uma atividade que não nos submetesse a determinadas situações de trabalho das quais discordamos.
A denúncia de Estamira nos obriga a questionar posiçõesconsolidadas, e faz as pessoas viverem na ilusão e acreditar em coisas que não existem. Ela é tida como louca, mas conhece a realidade perfeitamente pela classe dominante, que só quer comprar dosindivíduos em quanto possibilitados sua força de trabalho.

Estamira questiona, instiga, dismistifica e, ao mesmo tempo, fornece elementos para a construção de um mundo melhor para todos através dacompreensão de que as pessoas são iguais e, portanto, deveriam ter as mesmas oportunidades. O tom da fala inconstante, construída, muitas vezes, às avessas pela protagonista, dá a temperatura exata de seu íntimoe revela o universo de informações da mulher que confunde-se com o lixo produzido pela sociedade.  Para um expectador desatento o documentário pode provocar o riso e a percepção errada da mensagemque Estamira quer transmitir.

Estamira tem visão política, refere o comunismo como única saída para a solução das desigualdades sociais, afirma que trabalho não deve significar sofrimento e resgata ahistória afirmando que: "a Isabel (a princesa) libertou os escravos e deixou eles sem trabalho. Soltos que nem bicho. Disfarçados de gente livre. Mas nós, eu sei, somos todos escravos"

Ainvisibilidade é uma das formas de exclusão mais sutis e perversas na sociedade contemporânea, para uma sociedade que só vê o quer enxergar.
Sabemos que existem muitas pessoas que vivem de lixões, porém como...
tracking img