Estamira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2571 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
| ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA E CULTURAL DE CAMAÇARIFAMEC Faculdade Metropolitana de CamaçariAutorizada a funcionar pela Portaria Ministerial nº 231/98 publicada no Diário Oficial da União em 27/04/98. | |
CURSO BACHARELADO EM PSICOLOGIA
Evaldo Costa de Santana

Estamira

Trabalho apresentado à Faculdade Metropolitana de Camaçari – FAMEC como requisito parcial para avaliação da 2ªunidade na disciplina de Psicanálise do 1º semestre 2011.1.

Orientador: Profº. Gérferson Oliveira

CAMAÇARI- BA
2010.
Estamira

Estamira é uma senhora de 63 anos que divide sua vida entre um barraco na velha Rio-Santos e o Aterro de Gramacho, onde se aventura tentando separar o que encontra de aproveitável e os materiais irremediavelmente podres e inúteis que lá ficarão acumulados. Éatormentada por distúrbios mentais que a fazem ouvir vozes, ver coisas e ter acessos quase descontrolados de fúria. Tem três filhos, dois deles criados em parte com o dinheiro conseguido no lixão.
Sua grande revolta é contra Deus e a religião. As cenas em que grita intensamente contra o filho, o neto, ou qualquer pessoa que fale em religião causam mal estar. Estamira indigna-se contra quem não cuidoudo mundo, que permite que tudo esteja ao contrário, o “poderoso ao contrário”. Diz ser comunista. Não que queira que todos tenham o mesmo trabalho e comam a mesma coisa, mas que exista igualdade.
São os momentos coléricos de Estamira contra a religião que quebram, por minutos, a estetização que o filme faz, mesmo que involuntariamente, do lixão e da loucura. Do mesmo modo, a paixão e a intensidadecom que Estamira defende sua “cosmologia”, fazem com que a loucura possa ser lida pelo espectador como genial, filosófica, verdadeira e essencial.
ESTAMIRA é um filme documentário brasileiro
Dirigido por Marcos Prado
Lançado em 2005
Duração 121 min
Documentário. Estamira conta a história de uma mulher de 63 anos que sofre de distúrbios mentais e trabalha há mais de vinte anos no aterrosanitário do Jardim Gramacho, um local renegado pela sociedade, que recebe diariamente mais de oito mil toneladas de lixo produzido no Rio de Janeiro. Com um discurso eloqüente, filosófico e poético, a personagem central do documentário levanta de forma íntima questões de interesse global, como o destino do lixo produzido pelos habitantes de uma metrópole e os subterfúgios que a mente humana encontrapara superar uma realidade insuportável de ser vivida.

Esquizofrenia

História
O histórico conceitual da esquizofrenia data do fi nal do século XIX e da descrição da demência precoce por Emil Kraepelin. Outro cientista que teve importante influência sobre o conceito atual de esquizofrenia foi Eugen Bleuler.
Kraepelin (1856-1926) estabeleceu uma classificação de transtornos mentais que se baseavano modelo médico. Seu objetivo era delinear a existência de doenças com etiologia, sintomatologia, curso e resultados comuns. Ele chamou uma dessas entidades de demência precoce, porque começava no início da vida e quase invariavelmente levava a problemas psíquicos. Seus sintomas característicos incluíam alucinações, perturbações em atenção, compreensão e fluxo de pensamento, esvaziamento afetivoe sintomas catatônicos.
A etiologia era endógena, ou seja, o transtorno surgia devido a causas internas. A demência precoce foi separada do transtorno maníaco-depressivo e da paranóia com base em critérios relacionados aos seus sintomas e curso. Kraepelin distinguiu três formas do transtorno: hebefrênica, catatônica e paranóide. Bleuler (1857-1939) criou o termo “esquizofrenia” (esquizo =divisão, phrenia = mente) que substituiu o termo demência precoce na literatura. Bleuler conceitualizou o termo para indicar a presença de um cisma entre pensamento, emoção e comportamento nos pacientes afetados. Para explicar melhor sua teoria relativa aos cismas mentais internos nesses pacientes, Bleuler descreveu sintomas fundamentais (ou primários) específicos da esquizofrenia que se tornaram...
tracking img