estagiario

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2196 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto

Introdução
O presente trabalho tem por objetivo fazer uma análise, de forma precisa e ostensiva, dos direitos reais de garantia. Apresentar conceitos de início como forma de promover uma familiarização do leitor com o objeto de estudo para só posteriomente avançar gradativamente em conhecimentos mais avançados. Foi abordado as caracteristicas inerentes a todas garantias reais, e logo depoisno discorrer de cada garantia, tais características foram contextualizadas de forma a permitir uma compreensão individualizada de cada uma das modalidades.
Art. 1.419. “Nas dívidas garantidas por penhor, anticrese ou hipoteca, o bem dado em garantia fica sujeito, por vínculo real, ao cumprimento da obrigação.”
               Tal dispositivo reafirma que o penhor, a hipoteca e a anticrese sãodireitos reais de garantia, e que ainda podem caracterizar-se como o patrimônio do devedor utilizáveis para adimplir obrigações perante seus credores. Como direitos reais de garantia, têm o credor como titular do direito de penhor, anticrese e hipoteca e como sujeitos passivos todos que mantêm relação jurídica com a coisa, em razão da eficácia erga omnes.
          Sabemos que, a propriedade é odireito real mais amplo. O nosso Código Civil não dá uma definição de propriedade, preferindo enunciar os poderes do proprietário:
Art. 1.225. São direitos reais:
VIII – o penhor;
IX – a hipoteca;
X – a anticrese.

 
           Para que o direito real de garantia, seja eficazmente produzido, ele deve obedecer a pressupostos e requisitos que lhe darão força.

Direitos reais de GarantiaDireito real de garantia é o direito conferido a seu obter o pagamento de uma dívida através de um bem que foi dado em garantia justamente para a satisfação dessa dívida. Na garantia real umbem específico e indicado no negócio jurídico fica vinculado ao cumprimento da obrigação. Enquanto na garantia pessoal todos os bens do garantidor respondem pela obrigação contraída.   
  Efeitos: São quatro osefeitos principais do direito real de garantia; o privilegio, a seqüela a execução e a indivisibilidade.       
        Privilegio – o credor com garantia real tem o direito de receber em certa ordem, quando concorrendo com outros credores sem as mesmas garantias.

 
        Casos: no processo de falência, os credores com garantia real são os segundos a receber, logo após os titulares de créditostrabalhistas,  não excedentes a 150 salários mínimos. Insolvência civil são os quartos a receber, depois dos titulares de créditos trabalhistas, do fisco e dos encargos e dívidas da massa.
        Seqüela: É o poder que tem o direito real de seguir a coisa, aonde quer que ela vá, é característico de todo direito real, ou seja, se eu ofereço minha moto como garantia e antes de pagar a dividavendo a moto, o credor não pago poderá reaver a moto onde quer que ela esteja e com quem esteja.   
        Execução: Procedimento, que o credor o faz, através de execução judicial da dívida garantida, caso o devedor não venha adimplir a obrigação garantida. Para que o credor tenha a obrigação adimplida poderá levar a coisa garantida para execução judicial a qual será vendida a coisa caso o saldo dacoisa vendida seja superior a obrigação o excedente será devolvido ao devedor e a obrigação se extinguira, caso o saldo for inferior a obrigação o devedor continuara devendo o restante da obrigação ao credor, entretanto se de comum acordo do credor e devedor o credor poderá ficar com a coisa para saldar a divida, caso contrario apenas a execução judicial poderá ser realizada.
             Indivisibilidade: observa se em dois momentos, primeiro, a garantia abrange todo o bem oferecido e não só parte dele. O segundo, a garantia é indivisível, no adimplemento parcial da obrigação não advém a desoneração do bem parcial.
Vencimento antecipado da obrigação garantida, perecimento ou deterioração do objeto, sem que seja substituído ou reforçado pelo devedor.

Penhor
O penhor é direito real...
tracking img