Estafilococos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3766 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 Introdução

De acordo com publicações da ANVISA as bactérias do gênero Estaphylococcus são bactérias não esporuladas que mais resistem no meio ambiente, podendo sobreviver por meses em amostras clínicas secas, sendo relativamente resistentes ao calor e podem tolerar uma concentração aumentada de sal. Mesmo com a melhoria das condições sanitárias e do controle de infecções hospitalares, assimcomo dos antimicrobianos existente, a ANVISA afirma que este gênero ainda é um dos mais importantes patógenos para o homem.

Já foram descritos no Brasil casos de infecções causadas por Staphylococcus aureus parcialmente resistentes aos antibióticos mais potentes como a Vacomicina, e relatos da capacidade que os Staphylococcus coagulase negativa tem de desenvolver resistência. (ANVISA, 2004)O genero stafilococcus é composto por cocos Gram positivos, agrupados predominantemente em “cachos de uva” e não são esporulados. Atualmente, sabe-se que existem mais de trinta especies pertencentes a este gênero, sendo que somente quinze são encontradas em amostras humanas ( ANVISA 2004 ) , dentre estas nove possuem maior importância no laboratório clínico.

2 Doença

Os estafilococos sãoimportantes são importantes patógenos para os seres humanos, causam um amplo espectro de doenças sistêmicas que ameaçam a vida, incluindo infecções da pele, tecidos moles, ossos, trato urinário, bem como infecções oportunistas.(MURRAY, 2010)
De todas as espécies do gênero, o S. aureus é o mais importante. É responsável pelo segundo maior número de infecções em seres humanos. O S.aureus estápresente no trato respiratório superior, especialmente nas narinas, de aproximadamente 60% da população em geral, e assim permanece sem causar doença em condições normais.
O Staphylococcus epidermidis é uma espécie bem menos virulenta do que S. aureus. Não apresentam a produção de coagulase e algumas cepas apresentam a produção muito tímida de certas enzimas proteolíticas. Todavia, isto não significaque S. epidermidis não possa ser patogênico. Esta espécie tem muitos fatores de adesão e forma muito biofilme, sendo perigosa para pacientes que fazem uso de material invasivo de plástico (cateter, próteses, stents, etc.).
O Staphylococcus epidermidis é um risco para pacientes imunocomprometidos e para usuários de drogas intravenosas, podendo causar endocardite e infecções generalizadasnão-piogênicas. Staphylococcus epidermidis pode causar septicemia, endocardite, peritonite, ventriculite e infecções em locais com prótese.
No laboratório clínico, usualmente se faz a diferenciação entre Staphylococcus coagulase positiva (S. aureus) e Staphylococcus coagulase negativa (não aureus). Os Staphylococcus coagulase negativa de interesse são subdivididos em dois grupos: saprophyticus e nãosaprophyticus, baseado na sua sensibilidade à novobiocina.
O Staphylococcus saprophyticus é de interesse clínico pois frequentemente causa infecção do trato urinário, especialmente em mulheres, podendo chegar a causar cistite, uretrite e pielonefrite, e em casos extremos bacteremia.
As outras espécies de Staphylococcus de interesse clínico causam infecções parecidas com o S. epidermidis, e o tratamentoé igual. Logo, o mais importante é discriminar o Staphylococcus coagulase positiva (S. aureus) do Staphylococcus coagulase negativa.

TABELA 1 Espécies Comuns de Staphylococcus e suas Doenças

2.1Doenças por Estaphylococcus aureus
S. aureus causa doença pela produção de toxina ou por invasão direta e destruição tecidual.
2.1.1Doenças Mediadas por Toxinas
Síndrome da pele escaldada:descamação disseminada do epitélio em crianças; bolhas sem microrganismos ou leucócitos.
Intoxicação alimentar: após consumo de alimento contaminado com a toxina termo-estável, início abrupto de vômitos, diarreia e cólicas abdominais, com resolução em 24 horas.
Choque tóxico: intoxicação multissistêmica caracterizada inicialmente por febre, hipotensão e uma erupção eritematosa macular difusa;...
tracking img