Estado, política e sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1071 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Matriz de atividade individual

|Curso: Licenciatura em Pedagogia |
|Pólo: São Luís |
|Disciplina: Sociologia da Educação|
|Tutor: Rosália Pereira |
|Atividade: Tarefa II – Estado, Política e Sociedade |
|Aluno(a):Maria Regina das Chagas Teixeira|
|Enunciado: |
|Os autores Pierre Bourdieu e Jean Claude Passeron desenvolveram a “Teoria da Reprodução” baseada no conceito de Violência |
|Simbólica. Segundo estes dois autores, toda ação pedagógica é objetivamente uma Violência Simbólica enquantoimposição de um |
|poder arbitrário, isto é, a imposição de uma cultura de uma classe superior, dominante (Elite) sobre uma classe inferior, |
|dominada (trabalhadores). Nesse caso essa ação pedagógica reproduz culturalmente e socialmente a divisão de classes e, |
|conseqüentemente, o sistema de dominação e exploração social.|
|A partir da leitura do Livro “A Reprodução” de Pierre Bourdieu e Jean Claude Passeron explicite como ocorre essa Violência |
|Simbólica na educação a partir da: Ação Pedagógica (AP); Autoridade Pedagógica(AuP); Trabalho Pedagógico (TP); Autoridade |
|Escolar (AuE); Sistema de Ensino (SE) e Trabalho Escolar (TE).|
| |
|Desenvolvimento da Tarefa: |
|Violência simbólica, segundo Pierre Bourdieu, consiste numa forma de inculcação em que o indivíduo reconhece comlegítima uma |
|imposição determinada, seja essa política, econômica, cultural ou religiosa, desconsiderando as relações de força que lhe |
|subjaz, uma vez que esta se apresenta dissimulada. |
|Em A reprodução, Bourdieu e Passeron discutem a forma de como a violência simbólica é utilizada pela classe dominante para|
|inculcar no indivíduo um arbitrário cultural, reproduzindo assim a sua ideologia de maneira natural e legítima. Para garantir a |
|eficácia da disseminação de um arbitrário cultural dominante se faz necessário a dissimulação de sua ação, pois caso contrário, |
|o seu reconhecimento poderia anular seu poder de reprodução. Nesse sentido, é a ação pedagógica (AP) que vai levar o individuo à||incorporação e, posteriormente à exteriorização (habitus) deste arbitrário cultural. A ação pedagógica (AP) é tanto mais eficaz|
|quanto maior for o prestígio da instituição por ela mediada, bem como o reconhecimento da sua autoridade pedagógica (AuP) e a |
|proximidade entre a cultura dominante e a cultura vivenciada pelo indivíduo na sua primeira educação. Nessa perspectiva, ||Bourdieu e Passeron atribuem ao sistema de ensino (SE) a capacidade de reprodutor por excelência da ideologia dominante, uma vez|
|que, a escola através de sua aparente autonomia e pseudoneutralidade em relação às estruturas objetivas exercem a função de |
|inculcar nos seus agentes o arbitrário cultural de maneira inquestionável e legítima. |
|O...
tracking img