Estado corporativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4361 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estado Corporativo

Este resumo trata-se de um texto simples e tem como finalidade expor em primeiro momentos alguns tópicos que vão ser abordados de forma mais profunda no decorrer do trabalho.
Corporativismo, expressão portuguesa com uma pluralidade de significados, os quais, muitas vezes se diferem e variam dependendo do período histórico estudado; é basicamente um movimento socioeconômicocriado com um propósito, a colaboração das classes mediante associações de indivíduos que desempenham o mesmo papel na sociedade.
Embora tenha se tornado um movimento socioeconômico somente na virada do século XIX para o XX, o corporativismo já existia na idade media e era denominado “corporações de oficio”. Essas corporações, formadas por artesões visavam manter o preço, qualidade e até mesmolucros em igual, eliminando a concorrência, mas com o padrão de produção capitalista elas foram extintas.
A partir do se. XX, como já comentado, o corporativismo ganha novo significado e força, tornando-se uma doutrina política que buscava organizar a sociedade por meio de associações e corporações. Esse sistema foi criado para amenizar a disputa de classes e apresentava traços do velhocorporativismo medieval em seus fundamentos.
Movimento o qual rapidamente ganhou a Europa, e um dos primeiros países a aderir foi à Itália, onde o fascismo de Mussolini se tornou uma poderosa ideologia, convertendo-se em uma forma repressiva de controle social, e assumindo uma forma extrema confundindo-se em muito com um estado totalitário.
Apesar de muito marcante na Itália foi em Portugal que ocorporativismo obteve sua experiência mais duradoura, com a criação do estado novo português, que mantinha assembleia como representação da soberania nacional.
Nos últimos anos do sec. XX a expressão corporativismo teve outra mudança e começou a representar uma organização sindical que tinha como objetivo defender os interesses de determinado grupo profissional ou econômico.
Como já dito essa expressãoportuguesa pode ser vista como uma alternativa teórica ao pluralismo porém tanto no campo politico como no econômico permanece indefinido e confuso segundo Sahid Maluf, que foi um professor de direito e seu livro TEORIA GERAL DO ESTADO foi usado como pilar no desenvolvimento deste trabalho, o mesmo segue com diversas citações do livro.
O sistema de corporativismo de estado foi empregado em suagrande maioria na América latina já o corporativismo associativo na Europa e Estados Unidos.
Por hora estão apresentados a origem e os objetivos do corporativismo, passemos a entender mais profundamente esse tema complexo.




SUMÁRIO






1. INTRODUÇÃO 05

2. ESTADO CORPORATIVO ......06
2.1 Corporativismos na Idade média... ...06
2.2 Corporativismos no início do século XX06
2.3 Corporativismos contemporâneo 08

3. CONCEITO DOUTRINARIO DE CORPORATIVISMO... ... ...10

4. CORPORATIVISMO DE ESTADO E CORPORATIVISMO ASSOCIATIVO. 11
4.1 Corporativismos estatal 11
4.1.1 Corrente teórica culturalista... ... 11
4.1.2 Corrente teórica societalista... ... 12
4.1.3 Corrente teórica estruturalista... ... 12
4.2 Corporativismosassociativo ....................................13

5. Representação PROFISSIONAL, CORPORATIVA e INSTITUCIONAL.........14
5.1 Representações Profissional ......................................14
5.2 Representações Corporativa ......15
5.3 Representações Institucional .......15

6. CORPORATIVISMO MÁXIMO,MÉDIO E MÍNIMO 17

7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 19

8. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS 201. INTRODUÇÃO

O Corporativismo tem tal importância no mundo que é através dele que amenizamos os conflitos existentes entre as classes sociais, sendo elas de capital ou trabalhadora. Com esses conflitos inicia-se a formação de sindicatos que são determinados por territórios.
Esses sindicatos visam regular, estes conflitos existentes, para que todo...
tracking img