Estágio i

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6246 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
APORTES TEÓRICOS
O referido trabalho versa sobre o “Lúdico”, como elemento integrador na educação infantil dos anos iniciais de 4 a 5 anos, para o desenvolvimento da linguagem e da escrita a partir das vogais.
É muito relevante que tenhamos consciência de que a criança não tem seu primeiro contato com a escrita somente na escola. O mundo é todo registrado pela escrita seja no jornal que ospais lêem, seja no livrinho que a mãe conta a história, na propaganda que ela vê na televisão ou no outdoor. O que fazemos na escola é organizar esse conhecimento que ela já tem de uma maneira formal. Segundo Ferreiro et al. 11, existem quatro estágios pelos quais as crianças passam antes de chegar à escrita são eles: pré-silábicos, silábicos, silábico-alfabético e alfabético.
Este estudo do EstágioCurricular I, será em cima do estágio pré-silábico, com a interação das crianças de 4 a 5 anos, no trabalho com as vogais, sendo representado com músicas, historinhas, brincadeiras e jogos educativos.
Piaget, em seu estudo sobre o desenvolvimento mental da criança diz que: “O desenvolvimento começa quando nascemos e termina na idade adulta”. Esse teórico não sugere em nenhuma obra um método deensino ou dá técnicas para o professor. O que ele aponta é uma estrutura ideal para a construção e o desenvolvimento do conhecimento, afirmando que as instituições de ensino deveriam considerar mais o brincar e o brinquedo porque “brincar oferece à criança a oportunidade de assimilar o mundo exterior às suas próprias necessidades, sem precisar acomodar realidades externas”.
Maia, Pureza e Zorzo ³destacam que elucidar as possibilidades da ludicidade na prática pedagógica é indispensável. O brincar/jogar, quando descoberto, redescoberto na prática pedagógica, torna-se um espaço privilegiado de diferentes idéias, realidades e culturas. Brougère4 destaca que a brincadeira
é o lugar da socialização, da administração da relação com o outro, da apropriação da cultura, do exercício da decisão eda invenção. Mas tudo isso se faz com o ritmo da criança e possui um espaço aleatório e incerto. Não se pode organizar, a partir da brincadeira, um programa pedagógico preciso. Aquele que brinca pode evitar aquilo que não gosta. Se a liberdade caracteriza as aprendizagens efetuadas na brincadeira, ela produz também a incertude quanto aos resultados. De onde a impossibilidade de assentar de formaprecisa as aprendizagens na brincadeira. Este é o paradoxo da brincadeira, espaço de aprendizagem fabuloso e incerto.
Ana Carvalho e Fernando Pontes, viajando pelo Brasil que brinca, nos trazem elementos para pensar a existência das brincadeiras, que são próprias de uma característica inata do ser humano e sua relação com o meio e a natureza.Segundo eles 12.
Ainda que, muitas vezes,revestidas de uma roupagem idiossincrática,peculiar e uma determinada cultura, certas formas de brincar são reconhecidamente universais.[...] O jogo da bola de gude, segundo descobertas antropológicas e registros pictóricos, remonta à era neolítica. No egito[Africa] era praticado com bolinhas de mármore, alabastro ou cerâmica:os gregos e romanos conheciam as bolinhas de vidro- “pila vitrea”- e ojogo, denominado “esbatyin”.[...] Outras modalidades de brincar universal: esconde-esconde; a pipa-voar e fazer voar(desafiar limites): a construção de casinhas ou abrigod (disputas de territórios, e clara delimitação de compartilhamento por meio de redes interpessoais existente no grupo).[...] a sazonalidade de certas brincadeiras, ainda pouco documentada e ainda menos compreendida, sugere asensibilidade da criança para os ritmos e ciclos da jogos: motivações de ataque e medo, contingências, brincadeiras de luta e natureza e do ambiente social. Outros aspectos universais em muitas brincadeiras e perseguição, revezamento de turnos.
Portanto, nosso cotidiano pedagógico passa a se constituir como um cenário, no qual devemos saber quem são nossos atores, autores, quem somos....
tracking img