Estágio técnico em quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5705 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 – Introdução

O presente relatório visa relatar informações sobre o estagio obrigatório realizado para conclusão do curso de Técnico em Química do Colégio Alem.

Para a confecção deste relatório foi desempenhado um estagio na farmácia Panacéia localizada na Rua 1, nº1615 - Rio Claro-SP, sob a responsabilidade da farmacêutica Mariângela Salvador Vieira.

A farmácia panacéiamanipula medicamentos, fórmulas, cremes, produtos naturais e conta com um laboratório com equipamentos modernos e profissionais de alta competência, trabalhando com balanças eletrônicas, encapsuladores e inclusive com matéria-prima importada

O medicamento depois de pronto pode ficar no Maximo até uma semana a disposição do cliente.

A farmácia opera com um sistema de entrega adomicilio, respeitando o prazo prometido ao cliente.

Durante todo o período de funcionamento a farmácia conta com uma farmacêutica responsável para dar assistência aos clientes e inspecionar a fabricação e produção dos medicamentos para garantir satisfação e segurança para os consumidores.

A sociedade européia da farmácia clinica define farmacêutico clinico como sendo o prestador decuidados de saúde que promove o uso eficaz, seguro e econômico dos medicamentos tanto pelos indivíduos como pela sociedade.

2- História da profissão no Brasil

Foi assim até a instituição do Governo Geral, de Thomé de Souza, que chegou na colônia com diversos religiosos, profissionais e entre eles Diogo de Castro, único boticário da grande armada, que possuia salário e funçãooficial. Os jesuítas acabaram assumindo funções de enfermeiros e boticários.

Inicialmente, todo medicamento vinha de Portugal já preparado. Todavia, as ações piratas do século XVI e a navegação dificultosa impediam a constância dos navios e era necessário fazer grande programação de uso, como ocorria em São Vicente e São Paulo. Devido a estes fatos, os jesuítas foram os primeiros boticários doBrasil, onde seus colégios abrigavam boticas. Nestas, era possivel encontrar remédios do reino e plantas medicinais.
Em 1640 foi legalizado as boticas como ramo comercial. Os boticários eram aprovados em Coimbra pelo físico-mor, ou seu delegado, na então capital Salvador. Tais boticários, devido a facilidade de aprovação, eram pessoas de nível intelectual baixo, por vezes analfabetos,possuindo pouco conhecimento sobre os medicamentos. Comerciantes de secos e molhados se juntavam com boticários para sociedade e isto era prática comum na época.
Em 1744, o exercício da profissão passou a ser fiscalizado severamente, devido a reforma feita por Dom Manuel. Era proibido ilegalidades no comércio das drogas e medicamentos.
O ensino de farmácia só iniciou-se no Brasil em 1824,porém, ainda em 1809, o curso de medicina do Rio de Janeiro (cadeiras:Medicina, Química, Matéria Médica e Farmácia) era instituído e o primeiro livro daquela faculdade foi escrito por José Maria Bontempo, primeiro professor de farmácia do Brasil.
Em 1825, ocorre a consolidação do curso com a criação da Faculdade de Farmácia da Universidade do Rio de Janeiro.
Muitos cursos entãosurgiram. E em 1857, através do decreto 2055, foi estabelecido condições para boticários não habilitados mantessem suas boticas. Isto ocorreu devido a atitude leiga dos legisladores, leigos em questões de farmácia
Somente em 1886 é que o boticário deixa de existir e a figura do farmacêutico ganha força. Para exercer a profissão de farmacêutico no Brasil é necessário está escrito no ConselhoRegional de Farmácia referente ao estado de atuação
Farmacêuticos na História Mundial
|[pic] |[pic] |[pic] |[pic] |
|Carlos Drummond de Andrade, além de |Alberto de Oliveira, Imortal |John Pemberton, farmacêutico |Caleb Bradham, desenvolvedor|
|notável escritor, foi diplomado...
tracking img