Estágio básico i - relato de observação sem intervenção: analisando o brincar e as lideranças na ifância.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2749 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
A infância é objeto de estudo recorrente da Psicologia, muitas vezes visando o entendimento de sua composição enquanto fase do ciclo vital, ou, buscando a origem de psicopatologias manifestas no adulto, tradicionalmente, os modelos teóricos para a compreensão do comportamento observam a infância. Para esta observação, a analise do brincar é fundamental para o seu entendimento.
ParaCledi Gardin (s/d):
“Quando a criança usa seus próprios recursos, ou seja, como organizadora do seu saber, o brincar, facilita as vivências, a sociabilidade e permite a conquista de novos objetivos. Assim, a criança poderá ser mais feliz consigo mesma, com familiares, na escola com colegas e professores. Terá a chance de cultivar bons sentimentos que lhe farão uma pessoa mais feliz e capaz deproduzir, criar experiências e superar valores dentro do seu contexto. O brincar pode deixar uma criança calma, mais observadora e com hábitos pessoais necessários para o seu pleno desenvolvimento escolar ou pessoal.”
Na interação social da brincadeira, podemos reconhecer atitudes e decisões tomadas pelas crianças que transformam o brinquedo em um processo complexo de brincar. Essas atitudes muitasvezes são iniciadas pelas mesmas crianças, assim que expostas aos ambientes de recreações. Tais manifestações são chamadas pela literatura de traços de personalidade, que futuramente, serão destacados como comportamentos de liderança. De acordo com Chiavenato (1999) “um traço de personalidade é uma qualidade ou característica distintiva da personalidade. O líder é aquele que possui alguns traçosespecíficos de personalidade que o distinguem das demais pessoas” (p.172).
As brincadeiras segregadas entre meninas e meninos fazem parte da história da humanidade. Temos exemplos claros das distinções no brincar pela sua representação social, onde frequentemente, as atividades envolvendo bonecas, panelas, desfiles de moda são atreladas as meninas já, as brincadeiras com armas, bolas, lutas sãoligadas diretamente aos meninos. Em nossa contemporaneidade, onde as manifestações a favor das igualdades de gênero estão presentes nas conversas familiares e também no ambiente escolar, vemos meninas e meninos brincando juntos, independente da atividade, evidenciando além da pluralidade lúdica, as questões de preconceitos como valores culturais perpetuados pelos educadores.
Destacamos que dentre ospressupostos teóricos que pretendem o entendimento da liderança, não há unanimidade para os traços e motivações especiais que descrevam um líder. As vertentes modernas, que trabalham com a liderança organizacional defendem uma relação mútua. O líder emerge da relação dialética entre pessoas com cargos hierárquicos superiores e inferiores se, aqueles que estão em posição superior foremfacilitadores da concretização dos objetivos almejados pelos seus subordinados.
Partimos do entendimento então que há na criança expressões hereditárias. O desejo de estar à frente da brincadeira tem a mesma possibilidade de ser satisfatório e reforçador para alguns e não para outros. A hereditariedade determina os parâmetros ou limites, de um indivíduo, mas, suas potencialidades serão ajustadas de acordocom as demandas e exigências do ambiente.
Metodologia
Para coleta dos dados, foram definidas categorias prévias como: sugestão de brincadeira seguida pelos demais (SB), iniciativa de nova brincadeira seguida pelos demais (IN), brincadeira independente seguido pelos demais (BI), brincadeira sozinho (BS) Essas categorias representam características encontradas na literatura como traços de pessoaspotencialmente líderes, aqui ajustadas para o levantamento de dados. A freqüência de registro é para cada cinco minutos de interação.

Protocolo de Observação
1. Nome do observador:

2. Objetivo da Observação:
Identificar comportamentos de lideres na infância
3. Data da observação:
09/11/2010
4. Horário da observação – Início: 09h10min; término 09h40min.
5. Diagrama da situação I:...
tracking img