Esse

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Nos seres pluricelulares, diferenciação celular e crescimento ocorrem em junto, caracterizando o que chamamos de desenvolvimento, que se toma visível formação de novas estruturas,tecidos e órgãos. Muitos dos fenômenos característicos do crescimento e da diferenciação. vegetais, são induzidos e regulados por vários tipos de fins e de substâncias es como por exemplovitaminas e enzimas. As plantas produzem ainda muitos compostos que atuam na estimulação, inibição e na regulação de importantes processos como, por exemplo, cresceu floração, germinação,queda (abscisão) e envelhecimento (senescência) de frutos, maturação de frutos, brotamento de gemas etc. Essas substâncias de o interna (endógenas), e que atuam em pequenas doses emdiferentes órgãos das tas, são os fitormõnios. Eles são sintetizados em determinados órgãos e transpor para os órgão salvo através dos vasos condutores, dos espaços intercelulares e de a célula.As auxinas

As auxinas (do grego auxanein distender, aumentar) são os fitormônir importantes das plantas superiores, que atuam facilitando a distensão das celulósicas das célulasvegetais. Além de existirem em pontas de caules e raízes, essas substâncias também rem nas sementes em germinação, nos meristemas de cicatrização, nas folhas nos frutos e até em algunsbolores. Dentre as a mais comum é o AIA (ácido indolilacético), sinte partir do aminoácido triptofano. Sabe-se que os tecidos que sintetizam o AIA meristemas. Além disso, está comprovado queapresenta um iransporte polar, dos centros de fo para baixo (sentido ápice-base) e nunca o inverso Atualmente, várias substâncias naturais e sintéticas são agrupadas como nas. Das auxinassintéticas, as mais comuns são o 2,4-D (ácido diclorofenoxiac e o ANA (ácido naftalenoacético), largamente usados em experimentos e na tura, na forma de pastas ou de pulverizações.
tracking img