Esquizofrenia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1144 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

A esquizofrenia é uma doença complexa e heterogênea e a investigação dos mecanismos fisiopatológicos associados e de novos tratamentos tem gerado volume de conhecimento.
A complexidade da doença em si e a limitação atual na compreensão mais ampla das bases biológicas do comportamento humano representam as principais dificuldades.

Fisiopatologia: neurodesenvolvimento ouneurodegeneração?

Kraepelin (1996), ao denominar a doença de dementia praecox já sinalizava a hipótese de que o transtorno seria conseqüência de um processo neurodegenerativo semelhante ao que ocorre nas demências. Essa concepção de um transtorno demencial direcionou inicialmente as pesquisas. Alzheimer foi o primeiro a conduzir estudos neuropatológicos e não observou gliose reativa. Aredução volumétrica cerebral encontrada nesses pacientes não se deve à perda neuronal, mas à diminuição da arborização neuronal com redução das ramificações dendríticas. Essas evidências depõem contra um processo neurodegenerativo.
No final da década de 1980 surge a hipótese neurodesenvolvimental da esquizofrenia, propondo que uma variação genética ou um fator ambiental podem levar a uma cadeia deeventos que, ocorrendo numa fase sensível, pode determinar um desenvolvimento cerebral alterado eliciando uma estrutura mais vulnerável ao surgimento e perpetuação da psicose e/ ou de outros sintomas que compõem a esquizofrenia.
Lieberman (1999) discorda da formulação inicial dessa teoria, que rejeita a ocorrência de fenômenos neurodegenerativos. O declínio cognitivo e a progressão dealterações neuroestruturais sugere haver evidências de que processos neurodegenerativos contribuem para alterações observadas na evolução da doença.

Estados mentais de risco: é possível a prevenção?

Essa compreensão fisiopatológica tem atualmente como principal área de investigação e identificação dos estados mentais de risco ou pródromos para o desenvolvimento da doença.
O pródromo seriaum período marcado pelo aumento progressivo da gravidade dos sintomas ou de declínio funcional que situa entre uma fase pré-mórbida assintomática e o início da fase de psicose franca característica da esquizofrenia. O princípio fundamental é que, se identificados indivíduos em risco de desenvolver esquizofrenia, intervenções precoces poderiam prevenir o desencadeamento da doença ou levar a ummelhor prognóstico com menor gravidade de sintomas e prejuízo funcional.
Um dado que corrobora essa hipótese é que estudos têm mostrado de forma consciente que intervenções medicamentosas precoces melhoram o prognóstico e a evolução da doença.
Yung et al (1996) foram os primeiros a tentar sistematizar e investigar cientificamente critérios para os estados mentais de risco paraesquizofrenia, revisando os estudos na área e propondo três síndromes para posterior validação. A primeira consistia na presença de história familiar (parente de 1º e 2º grau) de qualquer transtorno psicótico ou de transtorno de personalidade esquizotípica combinadas com alteração no estado mental ou no funcionamento. A segunda agrupava os indivíduos que apresentavam sintomas positivos subsindrômicos ouatenuados. A terceira reunia os indivíduos com história de experiências psicóticas flutuantes com resolução espontânea dentro de uma semana.
No Brasil, o estudo dos estados mentais de risco é bastante incipiente. O primeiro grupo a conduzir pesquisas na área foi chefiado pelo Prof. Mario Louzã no Hospital das Clínicas da USP-SP.

Esquizofrenia: uma única doença ou manifestações em comum dediferentes transtornos?

Talvez a principal limitação atual ao estudo da esquizofrenia seja a questão da sua heterogeneidade.
Kraepelin (1996), ao sistematizar as psicoses endógenas, propôs na 6ª edição do seu tratado, em 1899, a separação destas entre a insanidade maníaco-depressiva e a dementia praecox, fundamentando a distinção entre psicoses afetivas e não-afetivas. A paranóia, a...
tracking img