Esquizofrenia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1429 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PSICOSES - 3 Esquizofrenia

Orientação Familiar

Geraldo J. Ballone

O tratamento farmacológico (medicamentoso) é fundamental na esquizofrenia. Se houver uma única possibilidade, esta deve ser o tratamento medicamentoso de escolha.
O reconhecimento precoce da doença ou das recaídas e a instituição rápida do tratamento com antipsicóticos aumentam as possibilidades de se evitar acronificação da esquizofrenia.
É muito importante que o portador de esquizofrenia seja conscientizado da doença e das etapas de tratamento o sucesso deste. O portador deve ser orientado sobre sua doença, suas características e seu diagnóstico.
A questão fundamental é saber escolher o momento adequado para essa comunicação pois, durante o surto agudo, evidentemente, será o pior momento.
A esquizofrenia é umadoença, em geral, de curso crônico. Toda doença crônica necessita de acompanhamento por tempo indeterminado. Esse acompanhamento visa identificar o curso da doença, seus aspectos evolutivos e a prevenção de recaídas. Como qualquer tantas outras doença da medicina, quanto menos recaídas ocorrerem menor será o comprometimento e as seqüelas.
PSICOSES - Orientações
Tanto o paciente quanto a famíliatêm de ser orientados para que, aos primeiros sinais de recaída, entrem em contato com o médico.
Em determinados momentos do surto agudo ou da crise, a internação pode ser útil ou até indispensável. Em geral, são suficientes de 20 a 40 dias de internação para controlar os sintomas da expressiva maioria dos pacientes em surto agudo de esquizofrenia. Essa internação deve ser encarada e conduzidacomo uma alternativa de tratamento, necessária e muitas vezes indispensável, mas nunca como uma punição ao comportamento bizarro do paciente.
Apesar de a doença ser crônica e grave, ela é perfeitamente controlável na imensa maioria dos casos. O tratamento psicossocial visa à reabilitação do indivíduo, a recuperação das habilidades perdidas e sua capacitação para as atividades cotidianas(ressocialização).
Com o tratamento tradicional ou, quando este for insuficiente, com os modernos antipsicóticos, não há razão para pensamentos pessimistas ou atitudes de desesperança. A doença existe e é real, mas com um tratamento adequado e bem orientado o portador de esquizofrenia pode ter uma vida normal ou muito próxima da normalidade.

Perguntas e Respostas

1. O esquizofrênico é violento?
Emgeral o esquizofrênico não é violento ou perigoso. Fora da crise é uma pessoa como qualquer outra. Alguns, quando em crise, se tornam agressivos, verbal ou fisicamente, pois os delírios ou as alucinações podem fazê-los sentir-se ameaçados.
Nesses momentos, é importante conversar com a pessoa sem provocá-la, mantendo um diálogo franco e tranqüilo. Na hipótese de ser necessário conter um atoagressivo, é preciso contar com mais pessoas para evitar que o paciente ou terceiros se machuquem. Episódios de agressividade, a depender da intensidade, são situações que indicam a necessidade de eventual internação para garantir a integridade do paciente ou terceiros.

2. Todos os esquizofrênicos são violentos quando em crise?
Não. Mesmo durante crises intensas, a maioria dos portadores deesquizofrenia não manifesta agressividade importante. O comportamento agressivo depende, como indicado na resposta anterior, da natureza dos delírios e das alucinações que a pessoa apresenta.

3. O que fazer quando, ao obter melhora com a medicação, o portador de esquizofrenia abandona seu uso, diminui as dosagens necessárias e não quer mais saber de remédios? Como a família pode agir nesses casos,para evitar novo surto?
Deve-se tentar dialogar, expor as evidências de que a medicação evita a recaída. Infelizmente, muitas vezes são necessárias várias recaídas até que o doente se conscientize da gravidade da doença, de seu curso com recaídas e da necessidade do tratamento contínuo.
Nas recaídas pode ser necessário internar a pessoa até que ela volte à normalidade. Pela legislação em...
tracking img