Esquete "o jantar"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2094 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Entra o convidado analisando um pedaço de papel. Para no meio do palco e diz olhando para o papel:
CONVIDADO: Como se não bastassem os folhetos daquelas igrejas na caixa de correio, desde que eu e minha família nos mudamos, agora mandam um convite para um jantar... E ainda diz que a anfitriã se chama Maria Madalena.
O convidado olha mais um pouco e vira para a plateia:
CONVIDADO: Na verdade,estou com um pressentimento de que não foi a igreja que mandou. Seria muita ousadia mandarem isso no trabalho. Com certeza é alguma brincadeira das minhas colegas de trabalho Camila e Letícia. Vou ver onde vai dar isso.
O convidado sai. Entra e senta à mesa o anfitrião. O convidado entra e o recepcionista pergunta:
AJUDANTE DA GARÇONETE: Mesa para um, senhora?
CONVIDADO: Não, estou aqui paraencontrar uma pessoa. Sou Sara Silman.
AJUDANTE DA GARÇONETE: Ah! Senhora Silman! Por favor, me acompanhe.
Eles vão até a mesa onde está a anfitriã:
MARIA: Sara Silman. Olá, sou Jesus. – ele se levanta e aperta a mão do convidado – Obrigada por aceitar meu convite.
O convidado senta na cadeira e diz para Maria:
CONVIDADO: Veja bem, eu tenho coisas mais importantes para fazer. Agora, me diga quemé você e o que está acontecendo!
MARIA: Sei que não é algo tão atrativo, mas creio que se me der uma chance, isso pode ser interessante.
CONVIDADO: Ah! É claro! Como não poderia ser interessante jantar com Maria Madalena? Aliás, semana passada eu jantei com Napoleão. E alguns dias antes, com Sócrates. Mas com a mulher que seguia Jesus, ainda não. Fico lisonjeada por vir de tão longe, lá daTerra Santa, só para jantar comigo. Quer saber? Minha família me espera, obrigado pelo convite – disse se levantando.
MARIA: Seu marido foi ao cinema com o amigo. E a sua babá está tomando conta de sua filha.
O convidado volta para se sentar, olhando para Jesus:
CONVIDADO: Alguém lhe contou isso, né?!
MARIA: Não, ninguém.
CONVIDADO: Você é amiga de Camila e Letícia?
MARIA: Se ficar até o finaldo jantar, verá o propósito dele.
Entra a garçonete.
GARÇONETE: A senhora já escolheu o vinho?
MARIA: Vou deixar ela escolher. – Maria vira para a convidada. - Que tal tomar um vinho? Eu pago.
CONVIDADO: Vou querer este – disse o convidado apontando o cardápio.
GARÇONETE: Uma boa escolha, senhora. – disse a garçonete se retirando.
Chega a ajudante da garçonete e coloca água no copo dos doise tomam um pouco. Em seguida vem a garçonete e coloca o vinho.
MARIA: Obrigada, Fernanda.
CONVIDADO: Você seria capaz de transformar esse vinho em água, já que era tão íntima de Jesus?
MARIA: Tudo bem, sem problemas. – disse chamando a garçonete com aceno – Ela gostaria de outro copo de água, em vez do vinho.
CONVIDADO: Muito engraçado. Deixe o vinho aqui.
GARÇONETE: Tudo bem, senhora. – agarçonete recoloca o copo com vinho.
Pegam um cardápio e a garçonete pergunta:
GARÇONETE: Já deseja fazer seu pedido, senhora? – pergunta para o convidado.
CONVIDADO: Sim. Quero cogumelos recheados, uma salada e carne.
GARÇONETE: Perfeitamente. E a senhora?
MARIA: Gostaria de sopa, salada e salmão, por favor. – tomou do vinho.
A garçonete sai. O convidado diz para Maria:
CONVIDADO: Acho queestá na hora de me mostrar alguma coisa para provar que é conhecida de Jesus.
MARIA: Para quê? Não acho que haja algo que possa convencê-la.
CONVIDADO: Bem, isso é verdade.
MARIA: Por que você não abre mão de sua falta de fé por apenas um tempinho e age como se eu fosse uma conhecida de Jesus?
CONVIDADO: Tudo bem, gostei.
A garçonete entra.
GARÇONETE: Sua sopa, senhora. Seus cogumelosrecheados.
MARIA: Costumo agradecer antes de comer. Tudo bem?
CONVIDADO: Não, absolutamente.
Maria faz uma oração de agradecimento rápida.
CONVIDADO: Só isso?
MARIA: Quer falar algo mais?
CONVIDADO: Não, não. Acho que é suficiente.
Ambos comem um pouco:
MARIA: O que as pessoas mais anseiam?
CONVIDADO: Um aumento de salário? – responde o convidado com tom sarcástico – Acho que é de serem...
tracking img