Esqueleto de um trabalho de peskisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1163 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto superior de ciencais e tecnologias de moçambique |
Faculdade de Arquitectura e Urbanismo
3o ano
História de Arte e Arquitectura
Faculdade de Arquitectura e Urbanismo
3o ano
História de Arte e Arquitectura

Evolução Urbana da Cidade de Maputo
Evolução Urbana da Cidade de Maputo
|
|
|


Docente: Teles Manhique
Discente: Nabilah Valy - 2011136

Docente:Teles Manhique
Discente: Nabilah Valy - 2011136
|
|

|

Maputo, ao 28 de Março de 2013
Maputo, ao 28 de Março de 2013

ÍNDICE

1. Introdução 2
1.1. Objectivos 3
1.1.1. Objectivo geral 3
1.1.2. Objectivo específico 3
As primeiras formas de ocupação do território; 3
Do estatuto de presídio à cidade; 3
A situação actual dos primeiros bairros concebidos pelos planos deurbanização da cidade; 3
1.2. Motivação e relevância do estudo 3
1.3. Problema 3
1.4. Hipótese 4
1.5. Metodologia 4
1.6. Delimitação da Pesquisa 4
1.7. Revisão da literatura 5

1. Introdução

Desde os primórdios, o conceito “cidade” tem sido abordado por diversos ramos da ciência, e isso constitui fonte de preocupação não só para os sociólogos, mas também economistas, psicólogos,arquitectos, urbanistas, geógrafos, antropólogos e tantos outros especialistas e curiosos neste assunto. As reflexões destes especialistas giram em torno de contextos como: Como definir a cidade? O que a caracteriza? Como a classificar? Qual é o estágio ideal de uma cidade? Comportamentos activos e passivos da cidade e para com a cidade? Estas e outras perguntas os cientistas e pesquisadores tentamresponder de forma única, mas a verdade é que trata-se de um tema bastante complexo em que quase nunca se encontra uma concordância total, e por isso até hoje não se tem uma definição que possa abranger a dimensão que este conceito impõe, porém existam critérios de avaliação e classificação das cidades (Sandra de Sá, Maria Josefina Gabriel Sant’Anna,2009:9).
A Cidade de Maputo, capital deMoçambique primeiramente um presídio (1782) que fora consolidado pela ocupação portuguesa na parte norte da baía de Espírito Santo, circunscrito numa pequena língua de areia, envolvida por pântanos e pelo Rio Espírito Santo, foi o marco primário da estruturação urbana de Lourenço Marques.
Em 1825 houve o incentivo de povoamento de território pela chegada de alguns casais portugueses fortalecendo apresença portuguesa na baía, e formalmente fixados na praça 7 de Março (actual praça 25 de Junho) sem aldeamento delineado nem orientação definida considerados “os pioneiros de Lourenço Marques”.
Numa nova fase o povoado de Lourenço Marques é elevado a vila por decreto real do rei D. Luís I, sendo então criado o município a 19 de Dezembro de 1875 e em 1876 já se encontravam definidas quase todas as ruasque hoje fazem parte da zona mais antiga da cidade, a “Baixa”. Com melhoramentos significativos e chegada de maior número de indivíduos na vila, os limites estendem-se até a Av. D. Carlos (actual Av.25 de Setembro) e já se notavam a existência de casas como as de Fernando de Piedade, edifícios como o Cabo Submarino, um Quartel da Polícia, um Hospital e uma igreja, aumentando a necessidade deexpandir cada vez mais e assim surgem os planos de ampliação (1887-1895) que agraciam a antiga vila com o estatuto de “cidade” (Morais, 2001:57).

1.1. Objectivos

1.1.1. Objectivo geral
O principal objectivo deste estudo que tem como objecto a “Evolução Urbana da Cidade de Maputo”, analisar o processo evolutivo das primeiras zonas urbanizadas compreendida entre (1887-1955).
1.1.2. Objectivoespecífico
Considerando o objectivo geral, será imprescindível analisar a possível relação específica entre:
* As primeiras formas de ocupação do território;
* Do estatuto de presídio à cidade;
* A situação actual dos primeiros bairros concebidos pelos planos de urbanização da cidade;

1.2. Motivação e relevância do estudo

Este trabalho pretende ser uma contribuição para a...
tracking img