Esportes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3212 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
O esporte atualmente é considerado um dos maiores fenômenos sociais do século. Esta evolução fez com que o mesmo assumisse múltiplas possibilidades, interessando diversos setores como, por exemplo, o político, o econômico, o social, o cultural, o educacional, entre outros.
Especificamente no educacional vários benefícios podem ser alcançados dependendo dos processos eprocedimentos pedagógicos empregados, como por exemplo, cooperação, socialização, liderança, respeito, entre outros, fazendo do esporte um importante elemento na preparação de crianças e jovens para a vida em sociedade.
Vale salientar também que o esporte trabalhado com um molde tecnicista, em busca da vitória, de novos êxitos buscando sempre a competição pode ocasionar alguns distúrbios na vida decrianças e jovens.



DIMENSÕES DO ESPORTE

Deve-se compreender o conceito e a prática do esporte em suas três dimensões: educacional, de participação e lazer e de rendimento; • Compreender que o esporte escolar, na atual estrutura piramidal, deve ser reformulado.

Torna-se importante destacar que tais princípios do esporte de rendimento podem se manifestar no esporte educacional, nonascimento do esporte na criança. Os professores de Educação Física conhecem tais princípios, entretanto, precisam compreendê-los melhor. O estranhamento no esporte pode ser muito forte na formação inicial das crianças, que poderia conduzi-las à passividade da mera torcida pelos colegas considerados mais “aptos”. Tais divisões e fragmentações estranham as possibilidades educacionais no esporte eprecisam ser revistas pelos professores.

O individualismo e a hipercompetitividade precisam ser constantemente combatidos. São expressões máximas e esdrúxulas que se deseja negar numa sociedade efetivamente fraterna e democrática.
As manifestações da individuação (indivíduo em ação) e da competição a favor e não contra o humano devem ser incentivadas e promovidas de forma didática e educacional,garantindo-se a permanência de valores éticos no decorrer da vida.Bracht (1992), advogando princípios de uma pedagogia crítica para a área, enumera as seguintes posturas:

“Os professores de Educação Física precisam superar a visão positivista de que o movimento é predominantemente um comportamento motor. O movimento é humano, e o Homem é fundamentalmente um ser social (...) precisam superar avisão de infância que enfatiza o processo de desenvolvimento da criança como natural e não social. Fala-se da criança em si, e não de uma criança situada social e historicamente (...) devem buscar o entendimento de que, o que determinará o uso que o indivíduo fará do movimento (na forma de esporte, jogo, trabalho manual, lazer, agressão a outros e a sociedade etc.) não é determinado em últimaanálise, pela condição física, habilidade esportiva, flexibilidade, etc., e sim pelos valores e normas de comportamento introjetados, pela condição econômica e pela posição na estrutura de classes de nossa sociedade (...) Superar a falsa polarização entre diretividade e não-diretividade (...) um outro equívoco que precisa ser superado, é o de que devemos simplesmente ignorar a cultura dominante, quenesse entendimento não serve à classe dominada” (Bracht, 1992, p. 65).

Ao superar uma série de condicionamentos pertinentes à formação tecnicista em Educação Física, os professores precisam entender que o esporte educacional e escolar deve ser o esporte da escola e não o esporte na escola. Da escola, por ser próprio de cada manifestação individual e coletiva, por ser próprio de cada localidade eprincipalmente, por carregar a perspectiva da autonomia. Não deve ser um esporte na escola, isto é, um esporte de rendimento, olímpico e de treinamento, injetado na escola por determinação de uma dada cultura dominante, televisiva e mercadológica. As interfaces entre o esporte na escola e o esporte da escola tornam se visíveis na medida em que o esporte puder ser democratizado, isto é, ensinado...
tracking img