Espiritualidade na familia (repassando a matéria que encontrei na pesquisa)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3281 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma visão teológica do assunto - Por Valmir Ferreira, mestrando em Teologia Prática.

A temática "espiritualidade" abre um leque de interpretações e sentidos. Na cultura moderna o termo se tornou vago e abstrato. No que se refere ao universo da teologia cristã, o tema em primeira instância, nos arremete ao nosso relacionamento com Deus, conosco e com o próximo.Conforme o pastor e escritorRicardo Barbosa [1] não se pode entender espiritualidade sem a compreensão do que seja subjetividade e pós-modernidade, para ele, há uma conexão neste tripé: espiritualidade, subjetividade e pós-modernidade. É dentro deste contexto que devemos pensar o tema da espiritualidade, afirma o autor. Falar sobre espiritualidade seja em qual dimensão for é abordar um dos grandes temas da agenda religiosa doséculo XXI. Hoje fala-se em espiritualidade nas empresas, nos negócios, nas organizações, no mundo esportivo, etc. o tema Permeia todos os encontros, debates e discussões tanto no universo evangélico quanto no âmbito econômico, político, empresarial.

Na avaliação de Ricardo Babosa, os movimentos hippe, e feminista no mundo, a queda dos muros de Berlim, a preocupação do mundo com o tema da ecologia,e o florescimento dos livros de auto-ajuda, constituem manifestações de protestos do espírito humano que anela por uma realidade mais profunda que a leitura superficial do racionalismo impessoal. Soma-se a esta lista ainda o fenômeno da renovação carismática no seio da igreja Católica, a explosão do neo-pentecostalismo bem como do movimento gospel e os avanços tecnológicos nos campos dacomunicação, informática e da genética.

Discorrer sobre espiritualidade no contexto familiar nos arremete obrigatoriamente a Deus, o criador da família, do casamento e dos relacionamentos. Tudo que Ele fez e faz tem o toque do Seu amor e de Sua excelência. Tudo em Sua criação responde a um propósito específico. Ele idealizou a família para que a Sua glória fosse refletida nela e através dela numatentativa de abençoar as pessoas do mundo inteiro.

O casamento e a família tem um lugar proeminente no contexto bíblico. Observando as narrativas bíblicas percebe-se que as relações humanas estão inseridas no contexto familiar e até a própria história da salvação introduz a idéia de família: Deus e Jesus Cristo tem uma relação de Pai e Filho; a igreja é entendida como a família de Deus; o casamento éa metáfora do relacionamento de Deus com a Igreja e assim por diante, observa Carlos Roberto Barcelos, teólogo e psicólogo cristão.[2]

I. ESPIRITUALIDADE DO HOMEM ANTES DA QUEDA

A família antecede a existência de qualquer forma de estrutura social, - ela existe antes mesmo da igreja - idealizada na mente criativa de Deus para ser um oásis de comunhão, consolo e alegria entre seus membros ecom o Criador. Este plano foi terrivelmente afetado pelo ato deliberado de Adão em comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. A realidade, pureza e o sentido da espiritualidade na família foi terrivelmente afetado a partir desse momento. Antes da queda, Adão e sua esposa viviam em um permanente estado de nudez e transparência diante de Deus e um do outro. A comunicação entre eles erasincera e aberta, suas necessidades, carências e desejos eram supridos plenamente de maneira recíproca. È teologicamente impossível dimensionar a quantidade de tempo que durou este momento.

O pecado original provocou uma fisura no relacionamento entre o Criador e sua criação. Por isso, é urgente que retornemos ao Éden, lugar onde a espiritualidade na família e nos relacionamentos fluía demaneira pura, natural e poderosa. Assim como Deus é imutável, o Seu ideal em relação á família também não mudou. Há um clamor no coração de Deus que aponta para um resgate urgente da espiritualidade na família e nos relacionamentos de forma geral.

II. A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA

A família exerce uma influência decisiva na formação do indivíduo e da sociedade. A psicóloga Alina Campos Tomaz...
tracking img