Espermograma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1631 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESPERMOGRAMA

INTRODUÇÃO

Exame útil no estudo da fertilidade e controle de vasectomia. Cerca de 40/50% dos problemas de infertilidade ocorrem devido à disfunção do sistema reprodutor masculino.
A infertilidade masculina pode ser devida à etiologia hormonal e não hormonal, doença testicular primária, obstrução da passagem do esperma ou presença de anticorpos anti-espermatozóides, anomaliascromossômicas, infecções (caxumba) e algumas D.S.T., como sífilis e gonorréia.

ANATOMIA FISIOLÓGICA DOS ÓRGÃOS SEXUAIS MASCULINOS

Testículos/Epidídimo/Canal Deferente/Próstata/Vesículas Seminais/Ducto Ejaculatório/Uretra.
O Testículo é composto por cerca de 900 Túbulos Seminíferos espiralados, cada um com mais de meio metro de comprimento, nos quais são formados os espermatozóides. Estessão, então, lançados no Epidídimo, outro túbulo espiralado com mais ou menos 6 metros de comprimento. O epidídimo leva ao Canal Deferente, que se dilata para formar a Ampola do Canal Deferente imediatamente antes de esse canal penetrar no corpo da Glândula Prostática. As Vesículas Seminais, uma de cada lado da Próstata, desembocam na extremidade prostática da ampola, cujo conteúdo junto com o davesícula seminal passam para o Ducto Ejaculatório, que atravessa o corpo da próstata e desemboca na porção interna da Uretra. Por fim, a Uretra constitui o último elo de ligação entre o testículo e o meio exterior. A uretra recebe muco derivado de grande número de diminutas Glândulas Uretrais, localizadas em toda a sua extensão e, além disso, das Glândulas Bulbouretrais, localizadas bilateralmentenas proximidades da origem da uretra.


ESPERMATOGÊNESE

A formação do espermatozóide é chamada espermatogênese. O exterior de cada túbulo seminífero é envolvido por tecido conjuntivo e, imediatamente em seu interior, existe um grande número de células, chamadas espermatogônias. Essas células também são conhecidas como células germinativas masculinas, devido aos espermatozóides serem geradosa partir dessas células.
As espermatogônias estão em replicação contínua, formando mais espermatogônias e também células que, eventualmente, se transformarão em espermatozóides.
A formação dos espermatócitos primários, a partir das espermatogônias é a primeira etapa da espermatogênese. Cada um dos espermatócitos primários formam os espermatócitos secundários que, por sua vez, também dãoorigem, cada um, a duas espermátides. A espermátide então se transforma no espermatozóide, perdendo, inicialmente, parte do seu citoplasma e, depois, reorganizando a cromatina de seu núcleo, para formar uma cabeça compacta e, por fim, pela coleção do citoplasma restante e a membrana celular em uma de suas extremidades, para formar a cauda.

Espermatozóide

È composto de cabeça, colo, corpo e cauda.No topo da cabeça do espermatozóide há uma saliência denominada acrossomo, que é formada pelo Aparelho de Golgi (Complexo de Golgi) e contém Hialuronidase e Enzimas proteolíticas que desempenham papéis importantes na penetração do espermatozóide no óvulo. A cauda confere motilidade ao espermatozóide. Os espermatozóides normais movem-se em linha reta com velocidade de 1 a 4 mm por minuto.Células de Sertoli

Função: presentes no epitélio germinativo são conhecidas como células de sustentação. As Células de Sertoli fornecem materiais nutrientes, os hormônios e as enzimas necessárias para produzir as alterações apropriadas nas espermátides. Também removem o excesso de citoplasma quando as espermátides são convertidas em espermatozóides, um processo designado como espermiação.Fisiologia do Espermatozóide Maduro

Os espermatozóides móveis e férteis normalmente são capazes de movimentos flagelados em meios líquidos com velocidade de cerca de 1 a 4 mm por minuto. Movimentam-se em linha reta, não em círculos.
A atividade aumenta muito em meios neutros e ligeiramente alcalinos, como o que existe no sêmen ejaculado, mas é muito reduzido em meios ligeiramente ácidos; meios...
tracking img