Especialista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1892 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A TEORIA DO CAOS E AS ORGANIZAÇÕES
ENSAIO
Wagner Peixoto de Paiva
Mestrando do Curso de Administração da Faculdade de Economia,
Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo

RESUMO
O objetivo deste ensaio é fazer uma introdução à
Teoria do Caos, teoria que está particularmente
interessada em explicar como as diversas categorias
e seus componentes mudam ao longo do tempo, eem compreender os fenômenos turbulentos dos
sistemas. Para tanto será utilizada a seguinte
estrutura: na seção 1 há uma introdução ao tema; na
seção 2 são apresentados alguns conceitos teóricos
importantes; na seção 3 são mostrados alguns
modelos matemáticos usados para detectar a
presença do Caos e distingui-lo de um
comportamento puramente aleatório; a seção 4
relaciona a teoria àsorganizações; e, finalmente, na
seção 5 são feitas algumas considerações finais.
1. INTRODUÇÃO
O objeto de estudo da Teoria do Caos é o
comportamento dos sistemas de feedback nãolineares, como por exemplo uma célula, um
fenômeno meteorológico ou uma empresa. Um dos
conceitos-chave desta teoria é a demonstração da
impossibilidade de se fazer previsões que não sejam
no curto prazo, pois ocomportamento desses
sistemas dinâmicos é extremamente sensível às suas
condições iniciais tanto internas quanto externas.
Além disso, ela propõe que é possível reconhecer
padrões qualitativos similares dentro da gama
infinita de estados futuros. Desta forma, o estudo
dos sistemas caóticos apresenta uma nova maneira
de pensar e lidar com o futuro, especialmente no
contexto das organizações. Ateoria ainda oferece
alguns modelos matemáticos para se discriminarem
os processos randômicos dos processos caóticos
(com
um
sistema
não-linear
subjacente),
discriminação esta que as técnicas matemáticas
lineares não conseguem fazer.

A maioria dos fenômenos que observamos na
natureza e no comportamento humano tem, de um
lado, características de ordem e estabilidade, e, de
outro, dedesordem e irregularidade – mudanças
abruptas no clima, reações bioquímicas complexas,
movimentos irregulares no preço das ações e nas
taxas de câmbio.
Também no mundo dos negócios as empresas
estão sujeitas a distúrbios externos e internos,
imprevisíveis e incontroláveis, e operam sob
condições de risco e incerteza, com informação
incompleta e limitada. Ainda que inseridas neste
ambienteturbulento, as organizações utilizam
tradicionalmente, na tomada de decisão, modelos
que assumem pressupostos de previsibilidade,
racionalidade
e
controle
(HAYWARD
e
PRESTON, 1999). Neste contexto, a consideração
de teorias alternativas ao pensamento tradicional
mecanicista e cartesiano é mais uma opção
oferecida aos administradores para um melhor
entendimento dos sistemas dinâmicoscomplexos
como as organizações.
2. ALGUNS CONCEITOS BÁSICOS DO
CAOS
Segundo STACEY (1991): "(...) em sua definição
científica, o Caos não significa desordem absoluta
ou uma perda completa da forma. Ele significa que
sistemas guiados por certos tipos de leis
perfeitamente ordenadas são capazes de se
comportar de uma maneira aleatória e, desta forma,
completamente imprevisível no longoprazo, em um
nível específico. Por outro lado este comportamento
aleatório também apresenta um padrão ou ordem

escondida’ em um nível mais geral (...). O Caos é a
variedade individual criativa dentro de um padrão
geral de similaridade". Para entendermos melhor

Cade rno de Pe sq uisas e m Adm inist ão, São Paul v 08, nº 2, ab rilunh o 2001
raç
o, .
/
j

W agne r Pe ixot de Paiv
o
aesta definição, vamos analisar alguns conceitos
separadamente:
• As

Mudanças

O primeiro conceito a ser estudado é o da
mudança. Este é um conceito importante porque,
em todos os níveis das organizações, os indivíduos
ou grupos de pessoas lidam diariamente com
mudanças, e estas, por sua vez, impactam as
decisões, comportamentos e resultados futuros
destas mesmas pessoas. Um outro...
tracking img