Especialidades radiologicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1003 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de especialidades radiológicas

MamografiaIntrodução

Este trabalho contém informações importantes sobre, a classificação dos tecidos mamários, mama fibroglandular, mama fibrogordurosa e mama gordurosa.

MAMOGRAFIA
A mamografia mostra diferenças nas densidades dos tecidos. Estas diferenças são a base da imagem estruturas ou regiões “claras”. Os tecidos adiposos menos densos apresentam-se cinza-claros a cinza-escuros, dependendo daespessura destes tecidos. Embora a maioria das mamografias seja realizada em paciente do sexo feminino, deve-se saber que entre 1% e 2% de todos os cânceres de mama são encontrados em homens; portanto ocasionalmente serão realizadas mamografias neles. Além do tamanho da mama e da espessura à compressão, a densidade média dos tecidos da mama determinará os fatores de exposição.
O maior problema doexame mamográfico surge quando nos deparamos com mamas densas, isto é, mamas ricas em tecido fibroglandular, que impede a distinção adequada entre o tecido normal da mama e possíveis nódulos ou massas mamárias presentes.
Nestas situações, temos a necessidade de complementação diagnóstica através da ultra-sonografia, já que a imagem ultra-sonográfica é bastante elucidativa e faz a distinção entrenódulos e cistos e também entre estas estruturas e o tecido mamário normal ao seu redor, com bastante facilidade.
Quando há predomínio do tecido glandular nas mamas, nas pacientes jovens ou nas pacientes sob terapia de reposição hormonal (TRH) na pós-menopausa, está indicada a ultra-sonografia mamária. Neste ponto, devemos salientar que a mamografia é contra-indicada pois, além da radiaçãodesnecessária, o exame não fornece qualquer tipo de informação segura.
ANATOMIA - VISÃO FRONTAL
O tecido glandular da mama é dividido em 15 a 20 lobos dispostos como os raios de uma roda em torno do mamilo. Os lobos glandulares, constituídos de lóbulos individuais, não estão claramente separados, mas se encontram agrupados em um arranjo radial, como mostrado no desenho acima. Distalmente, os lóbulosmenores consistem em aglomerados de alvéolos arredondados. À es­timulação glandular, as células periféricas dos alvéolos formam glóbulos de óleo em seu interior que, quando ejetados na luz dos alvéolos, cons­tituem os glóbulos de leite. Esses grupos de alvéolos que formam os lóbulos são interconectados e drenam através de duetos individuais, Cada ducto se dilata em uma pequena ampola que serve comoum reserva­tório de leite, um pouco antes de terminar em uma minúscula abertura na superfície do mamilo. As várias subdivisões desses ductos e das ampolas associadas são ativadas durante a gravidez para preparar para a lactação e, após o nas­cimento, produzir leite para o recém-nascido. Uma camada de tecido adiposo logo abaixo da pele circunda e recobre o tecido glandular. O tecido adiposo doslóbulos mamários, a gordura subcutânea, está entremeada nos elementos glandulares. O teci­do conjuntivo (ou fibroso) interlobular circunda e dá apoio aos lobos e a outras estruturas glandulares. Extensões formando faixas de tecido fibroso são conhecidas como ligamentos de Cooper (ou suspenso­res) da mama, e sua função é dar suporte às glândulas mamárias. Cada mama é abundantemente suprida por vasossangüíneos, nervos e vasos linfáticos. Habitualmente, as veias da glândula mamária são maiores que as artérias e estão localizadas mais perifericamente. Geralmente, algumas das veias maiores podem ser distinguidas na ma­mografia. O termo trabéculas é usado pelos radiologistas para descrever as várias estruturas de pequeno tamanho, encontradas na radiografia, como vasos sangüíneos, ductos e...
tracking img