Esgotamento sanitario

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1020 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Esgotamento Sanitário


De acordo com a sua origem os esgotos poderão ser classificados em esgotos domésticos, esgotos industriais, esgotos sanitários e esgotos pluviais. A NBR 9648 de 1986 apresenta as seguintes definições:
Esgoto doméstico: despejo líquido resultante do uso da água para a higiene e necessidades fisiológicas humanas.
Esgoto industrial: despejo líquidoresultante dos processos industriais, respeitados os padrões de lançamento estabelecidos.
Esgoto sanitário: despejo líquido constituído de esgotos domésticos e industriais, água de infiltração e a contribuição pluvial parasitária.(NBR 7229- 1993).
Esgoto pluvial: são os esgotos provenientes das águas de chuva.
SISTEMAS DE ESGOTAMENTO.
Os esgotos são conduzidos porgravidade, isto é, o escoamento é feito em princípio naturalmente dos pontos mais altos para os pontos mais baixos seguindo a declividade do terreno, logo, o traçado das redes de esgotos deve levar em conta a topografia.
Na concepção do traçado da rede de esgotamento sanitário, devido principalmente as condições topográficas locais, são definidas bacias de esgotamento sanitário, isto é, sãodefinidas áreas onde é possível recolher e conduzir os esgotos por gravidade.


SISTEMAS DE COLETA E TRANSPORTE DE ESGOTOS.
Os sistemas de coleta e transporte de esgotos podem ser individuais ou coletivos.
Os sistemas individuais são adotados normalmente para o atendimento unifamiliar e é constituído por uma fossa séptica e um dispositivo de infiltração no solo que poderáser um poço negro (sumidouro) ou outro dispositivo de irrigação sub-superficial (valas).
Os sistemas coletivos são adotados para o atendimento de uma comunidade e são constituídos de canalizações que recebem os esgotos para transportar adequadamente ao destino final. O atendimento de uma comunidade, como por exemplo: uma vila ou um loteamento, poderá ser feita com uma fossa sépticacoletiva que terá também a função de tratamento dos esgotos, desde que exista área disponível e que as características do solo e de nível de lençol subterrâneo permitam a infiltração dos esgotos sem riscos de contaminação.


SISTEMA UNITÁRIO.
Este sistema coleta os esgotos juntamente com as águas pluviais e normalmente não é utilizado por exigir investimentos iniciais maiores, devidosprincipalmente ao grande diâmetro das canalizações, bem como também por apresentarem alguns inconvenientes:
- problemas em regiões onde as precipitações são muito intensas (regiões tropicais);
- poluição dos corpos receptores porque os sistemas de tratamento não podem ser dimensionados para tratar toda a vazão (vazão dos esgotos e vazão da chuva), logo, uma parcela destes esgotos,em períodos críticos, extravasa para o corpo receptor sem tratamento;
- problemas de mau cheiro em certas partes do sistema (bocas de lobo).


SISTEMA SEPARADOR.
O sistema separador tem o objetivo de coletar exclusivamente os esgotos sanitários e apresentam como grande vantagem o reduzido custo (canalizações de menor diâmetro), o que já justifica o seu emprego, mas alémdo custo este sistema apresenta outras vantagens:
- o afastamento das águas pluviais em separado pode ser feito através da vários lançamentos ao longo dos cursos de água, evitando-se o transporte das águas pluviais a longa distância;
- possibilidade de planejamento das obras para a execução em etapas, de acordo com a sua importância e as disponibilidades econômicas da comunidade;- redução da possibilidade de poluição dos cursos de água (não ocorrerão extravasão dos esgotos nos períodos de precipitação intensa);
- permite o emprego de vários materiais para as tubulações de esgotos (tubos de cerâmica, tubos de concreto, tubos de PVC, tubos de ferro fundido).


Rede coletora: é o conjunto de tubulações destinadas a receber e conduzir os esgotos...
tracking img