Escolarização de jovens e adultos e inslusão.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8076 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ana Claudia Lopes Silva
RGM: 20694-6

E. J. A.
Escolarização de Jovens e Adultos
Inclusão

Curso: Pedagogia
Disciplina: Educação de
Jovens e adultos e Inclusão
Turma: 5º E
Anália Franco
Professora: Silvana

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL
São Paulo - 2012
Ana Claudia Lopes Silva
RGM: 20694-6

E. J. A.
Escolarização de Jovens e Adultos
Inclusão

Curso: Pedagogia
Disciplina: Educação de
Jovens eadultos e Inclusão
Turma: 5º E
Anália Franco
Professora: Silvana

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL
São Paulo - 2012
SUMÁRIO

Introdução....................................................................................................... 06
Uma breve história da Educação de Jovens eAdultos..............................................................................................................07
Histórico da Inclusão Escolar no Brasil........................................................18
Pessoa Observada...........................................................................................22
Síndrome observada.......................................................................................25Conclusão.........................................................................................................30
Bibliografia.......................................................................................................32

INTRODUÇÃO

Com base em textos sobre inclusão pude observar melhor o trabalho feito com essas pessoas que necessitam de tratamento especifico, também pude ver que há muitas diferenças entre algumas síndromes que antes pareciam iguais, também nostextos de jovens e adultos. Trabalharemos sobre a Educação de jovens e adultos, que tanto no passado como no presente sempre compreendeu um conjunto muito diverso de processo e práticas formais e informais relacionadas à aquisição ou ampliação de conhecimentos básicos. Muitos desses processos se desenvolvem fora do ambiente escola, de modo mais os menos sistemáticos.

A partir do texto podemosdefinir que, educação de jovens e adultos no Brasil, não é recente, pois no período colonial, os religiosos exerciam essa função em cima dos índios que aqui viviam. Com o passar dos séculos, essa modalidade de ensino evoluiu, mas ao mesmo tempo em que, deveria ser destinada a pessoas que não tiveram oportunidades de estudos na infância por conta de necessidades, estão sendo procuradas por jovens.Pois, estes frenquentaram a escola regular com outras finalidades sem ser a do estudo. Procurando o E.J.A. após várias reprovações do ano letivo. Com isso, a sala especial para jovens e adultos, perde a característica do seu perfil de planejamento. Cada vez mais, os jovens freqüentam a sala do E. J. A.A, ao contrário dos adultos que não tiveram oportunidades na infância.

Com base nos textos pudever que a inclusão não esta do jeito que deveria estar e nem na melhor forma, mas vi que há um caminho e é só as pessoas se mobilizarem para que as coisas se acertem, que o governo também se mobilize.


CAPÍTULO 1

Uma breve história da Educação de Jovens e Adultos

Colônia e Império
No período Colonial, os religiosos exerciam sua ação educativa, na grande parte, com os adultos. Além de difundiro evangelho, transmitiam normas de comportamento e, ensinavam os ofícios necessários ao funcionamento da economia colonial aos indígenas e aos escravos negros.
A primeira constituição brasileira, de 1824, firmou, sob forte influência européia, a garantia de uma instituição primária e gratuita para todos, inclusive para os adultos.
Apenas possuía cidadania, no período Imperial, uma pequenaparcela da população pertencente à elite econômica à qual se admitia administrar a educação primária como direito, mas ficou excluídos os negros, indígenas e grande parte das mulheres.
O ato adicional de 1834 reservou ao governo imperial os direitos sobre educação das elites. O pouco que foi realizado deveu- se ao esforço de algumas Províncias, tanto no ensino de jovens e adultos como da educação...
tracking img