Escolaraiodesol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (531 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ROTEIRO DE ESTÁGIO 2012/1
ESCOLA ESTADUAL RAIO DE SOL
Na escola tem cerca de 135 estudantes matriculados na Escola Estadual Raio de Sol, instalada no bairro Santa Amália, em Cuiabá. A nova sede daunidade oferta dez salas de aulas, duas piscinas (adulto e infantil), quadra de esportes coberta e um campinho de futsal.
“Ainda há espaço para o atendimento especializado, como de estimulação paracrianças de zero a três anos e fonoaudiologia. A piscina possibilita aulas de hidroginástica”, relata a diretora Deja de Figueiredo. A unidade escolar oferece a Educação Infantil e também a Educação deJovens e Adultos (EJA).
A gerente de Educação Especial da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Nágila Zambonato, explica que a mudança do prédio atendeu a uma reivindicação dos pais. ‘Nãohouve acordo para que o dono do antigo imóvel, instalado no bairro Jardim Cuiabá, realizasse as reformas necessárias. Então localizamos esse prédio onde já funcionava uma escola e houve a transferênciapara o Santa Amália”, explica a gerente.
A unidade estadual, instalada em Cuiabá há mais de 25 anos, é uma referência no atendimento especializado. Para a dona de casa Tânia Cristina da Silva, 25anos, o novo espaço possibilita a melhor locomoção dos estudantes, principalmente os que necessitam de auxílio de cadeira de rodas. Tânia é mãe de Caio Gabriel da Silva, 8 anos, que possui paralisiacerebral. ‘O atendimento especializado é fundamental. Meu filho, nos dois anos em que estuda aqui, apresentou melhoras sensíveis. Ele interage mais, sorri mais. Ele fica extremamente ansioso para estudar.Nas férias era choro todo dia’.
Wilma Lúcia de Oliveira também compartilha da opinião da colega. “Aqui é mais adequado, as salas são um pouco menores, mas o restante do espaço compensa a mudança”.Há dois anos o filho de Wilma, Lucas Henrique de 15 anos, frequenta as aulas.
Victor Benedito da Silva, 22 anos, portador de deficiência mental leve, disse que ficou feliz na nova escola. “Gostei...
tracking img