Escola e diversidade cultural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1300 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
curso de ciencias biologicas

elvira souza lima
Bamshad, M.J. & Olson, S.E
rosa helena dias da silva

PROTOCOLO
107187856

escola e diversidade cultural

Ji-paraná
2013

elvira souza lima
Bamshad, M.J. & Olson, S.E
rosa helena dias da silva

Escola e diversidade cultural

Trabalho de ciências biológicas apresentado à Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, comorequisito parcial para a obtenção de média bimestral na disciplina de sociedade educação e cultura,educação e inclusão,libras,seminário I.

Orientador luiz

Ji-paraná
2013

SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4

4 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 8

INTRODUÇÃO
Diversidade, mistura de tudo de todos de raça de cores de palavras,cada um tem seu gosto,seu estilo um jeito de ser, sejadiferente seja igual ao outro,a escolha nem sempre e do próprio individuo leva-se em consideração a região o lugar ou a convivência com outras pessoas que tem certos costumes e acaba influenciando os que ali chegam. No Brasil há vários tipos de diversidades,algumas se apresentam mais outras menos se colocarmos em discussão a que deveria estar no auge da mídia, em relações jurídicas ou em formaçãode lei quase não aparece,é a desigualdade na distribuição de renda,onde temos altos salários grandes liberdades para administrar o bem comum,neste contexto o cidadão é o menos beneficiado.
A função do professor diante do conceito escolar deve ser tomada como fonte de saber,o principio de grandes pensadores é a concentração no mestre que vos fala,através de seu conhecimento técnico-teóricoelimina barreiras e faz o crescer o desenvolvimento de cada cidadão. As escolas brasileiras buscam não so a alfabetizar o aluno mas também o conhecimento cultural, artístico e incluir este em meio a sociedade na produção de um grande homem.

DESENVOLVIMENTO
Flutuação,multiplicidade,variedade,pluraliedade,heterogeneidade,incosntacia e diversidade todas sinônimas e as vezes poucoconhecidas as suas significações principalmente na pratica. A diversidade social e rica e ampla em dizer sobre povos,analisando as sociedades indígenas podemos citar com grande certeza que ao ver de muitas pessoas são considerados como diferentes,ate a inclusão destes na escola é vista como desfrutiva, fato de grande engano,pois e através do estudo que eles se armam de mecanismos para defendersuas culturas e suas terras, mas de forma positiva este preconceito vem mudando e com certeza a conscientização é o caminho certo para essa reforma. O processo de alfabetizar os indígenas vem bem antes da expansão de movimentos em relação a diversidade,podemos considerar o periodo imperial com a chegada ao território nacional da primeira missão jesuíta enviada de Portugal por D.JOÃO III,composta por missionários da companhia de Jesus e chefiada pelo padre MANOEL DA NOBREGA,a missão incluía entre seus objetivo o de converter os nativo á fé cristã. O amplo campo da diversidade sociocultural no país,submetido historicamente a praticas homogeneizadoras, geradoras de desigualdades e injustiças sociais, passa a ser valorizada nas políticas publicas e no espaço escolar criando-se novasagendas,compromissos e debates em relação a esta nação. O conhecimento jurídico descreve vários direitos dos índios como diz ROSA HELENA ,no texto identidade e diversidade cultural.
A constituição federal do Brasil (1988) reconhece o direito dos povos indígenas
a uma educação escolar especifica e diferenciada,intercultural e bilíngüe,que
respeite seus processos próprios de ensinose aprendizagem (art 210).No art 231
da referida constituição podemos ler que são reconhecidos aos índios sua
organização social , costumes línguas e tradições ,e os direitos originários sobre
as terras que tradicionalmente ocupam...Fica assim explicitado o direito ao
reconhecimento e proteção também de seus bens culturais, o que inclui o direito a
uma educação escolar própria ,ou...
tracking img