Escola e democracia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2472 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO II

ESCOLA E DEMOCRACIA I
A TEORIA DA CURVATURA DA VARA

Saviani num método expositivo mostra o seu ponto de vista ou a sua maneira de ver a aproximação política de exercício ou atividade interna da escola de 1º grau.
Ele pode mostrar duas maneiras:
Mostrar o seu ponto de vista nas atividades, na organização; e tornar bem visível as atividades investigando como se desenvolve oensino, quais objetivos ele busca atingir, que metodologia ele adota para atingir seus objetivos, em que medida existe clareza entre objetivo e metodologia.
O autor destaca com precisão a problemática do ensino que se desenvolve com precisão no interior da escola de 1º grau, refletindo que funções políticas esse ensino representa. Ele apresentara três teses.
A primeira tese, por ser comum euniversal ele considera uma tese filosófica-histórica. Sua explicação é a seguinte: do caráter de mudanças violentas da pedagogia da essência e do caráter contrario a liberdade uma ação oposta da pedagogia da existência.
A segunda tese se junta com essa, é uma tese pedagógica de orientação para o ensino de uma disciplina, ele explica assim: do caráter científico do método tradicional e do caráterpseudicientifico dos métodos novos.
Numa posição polêmica ele concluiu que dessas duas teses ele adquire uma terceira tese, conclusiva individualmente política e de política educacional. Suas palavras são as seguinte
“De como, quando mais se falou de democracia no interior da escola, menos democracia foi a escola; e como quando menos se falou em democracia, mais a escola estevearticulada com a construção de uma ordem democrática.”
No meu entendimento essa frase vem desde a afirmação dos pensadores iluministas, segundo o qual a escola seria uma insistência onde se realizaria a formação dos cidadãos, e , ao longo do processo de construção dessa escola para todos, entre os fins do século XVII e primeira metade do século XIX, pedagogos burgueses fundaram não só uma escolaigualitária, mas, sim uma escola dualista. Criaram dois tipos distintos de escola: uma para os filhos dos trabalhadores e outra para os filhos dos dirigentes da sociedade.
Saviani examina as conseqüências disso na educação brasileira. Na primeira tese o autor quer dizer que estamos hoje no campo da política educacional e no campo do interior da escola, na realidade estamos lutando, combatendo comdois lados entre palavras ou idéias, que são traduzidas da pedagogia nova e pedagogia tradicional.
A pedagogia fundou-se num conhecimento filosófico essencialista, de acordo com o avanço da pedagogia nova inicia-se numa visão filosófica que concede a existência sobre a essência, isso significa no ponto de vista histórico-filosofico que o homem é livre.
A liberdade do homem é essencial efunda-se na igualdade natural do homem. As desigualdades sociais, são produzidas pela sociedade, ela teria que ser trocada por uma sociedade igualitária, é nesse sentido, que durante a Idade Média que a burguesia reforma a sociedade com fundamento de um direito natural.
As relações de produção alteram o fundamento da sociedade contratual. É livre para aceitar ou não a oferta de mão-de-obra quem possuios meios de produção. Essa é a base, motivo do direito a sociedade burguesa; é sobre essa base de igualdade que se estrutura a pedagogia da essência e, devido a isso a burguesia torna-se a classe dominante e estrutura a forma de governo nacional de ensino e defende e intercede a escolarização para todos. A escola era proposta como condição para estabelecimento da ordem democrática burguesa.
Namedida que a classe revolucionária se transforma em classe consolidada no poder, e seus interesses não percorrem mais em direção à transformação da sociedade e sim com perpetuação se dá se ele não vier a dominar aquilo que os dominantes dominam, enquanto não há libertação.
Nas teses de Saviani ele evidencia que as pedagogias novas não são portadoras de todas as virtudes, do mesmo jeito que a...
tracking img