Escola legal, em dia com a cidadania e o respeito as diferenças

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1477 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA LEGAL: EM DIA COM A CIDADANIA E O RESPEITO ÀS DIFERENÇAS


Valéria Valenzuela Loureiro Velasques1; Dabel Cristina Maria Salviano2

1 Acadêmica do Curso de Direito da UEMS, Unidade Universitária de Paranaíba; E-mail: val_bv@hotmail.com. (Bolsista de Extensão PIBEX).
2 Professora do curso de Direito da UEMS, Unidade Universitária de Paranaíba; E-mail: dabel@uems.br.


ÁREA TEMÁTICADireitos Humanos e Justiça.

RESUMO
O tema central do projeto é a DISCRIMINAÇÃO, trabalhada sob o enfoque da Sociologia, Antropologia e História, com uma proposta interdisciplinar de discussão. Nesse sentido, procurar-se-á levar informações sobre conceito de vulnerabilidade, cidadania, preconceito e discriminação; caracterização e números da população vulnerável apresentada; contextualizaçãohistórica do tema e relatos de casos de discriminação sobre o tema (apresentações de fatos de como essas pessoas são discriminadas no trabalho, em espaços de lazer, na escola, na mídia, em órgãos públicos). Os encontros com alunos ocorrem quinzenalmente na Escola Municipal Maria Luiza Correia Machado, uma escola que atende alunos da zona rural do município de Paranaíba/ MS, e como mostram estudospublicados na Revista Educação no site UOL, são os alunos que mais carecem desse tipo de iniciativa por sua aprendizagem defasada, além disso, oportuniza uma formação pautada em princípios éticos, com o conhecimento da história de vida de grupos marginalizados ao longo da história e o reconhecimento de seu valor na sociedade enquanto cidadão titular de direitos. O projeto em questão é uma propostade COMBATE À DISCRIMINAÇÃO e de promoção do respeito às diferenças. A UEMS tem desenvolvido grandes projetos com essa pauta, o que viabiliza o cumprimento de sua função social e sua contribuição nos mais diversos problemas sociais da comunidade. A iniciativa é articulada em conjunto com o projeto “UEMS nas ondas do rádio” e “É proibido discriminar: lições de cidadania para o respeito àsdiferenças”, tratando este último especificamente da legislação antidiscriminatória pertinente a grupos marginalizados.

PALAVRAS-CHAVE
Discriminação. Formação cidadã. Conscientização.


INTRODUÇÃO
A ausência de recursos e projetos muitas vezes compromete a educação básica oferecida em escolas públicas. É possível observar tal problema tanto nas escolas urbana quanto nas rurais. Outros problemasque comprometem esse quadro são: a distorção idade-série que segundo Fernandes (2011) “além do acesso, há a questão da aprendizagem, a distorção idade-série afeta três de cada quatro pessoas de 9 a 16 anos (75%) da zona rural”, e a falta de disponibilidade dos mesmos para atividades escolares em outros períodos, uma vez que, sendo estes oriundos das fazendas e chácaras, acabam dedicando o resto dotempo às atividades laborais juntamente com a família. Por vezes o maior investimento para a educação dos alunos da zona rural é o de transporta-los as escolas urbanas, como critica o professor José Marcelino de Rezende Pinto, da Universidade de São Paulo, em reportagem publicada da Revista Educação no site UOL.
O difícil acesso a diversidade de fontes de pesquisa para aprimorar osestudos também é algo preocupante. Como prezamos por uma educação pautada na cidadania, a preocupação com a formação humanista e com o social precisa nortear o tempo todo o fazer da escola. Práticas de ensino e projetos que contribuam para formação cidadã desses estudantes é de grande valia, uma vez que certos valores que deveriam ser ensinados na escola desde o jardim de infância não são.
Porobjetivo temos levar informações sobre a condição de grupos discriminados ao longo da história na sociedade, com destaque em conhecimentos importantes dos principais conceitos de cidadania, preconceito, discriminação e reflexão crítica do papel da escola enquanto instituição que não discrimina.

MATERIAL E MÉTODOS


Os encontros ocorrerão de março a junho e de agosto a novembro....
tracking img