Escola keynesiana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7149 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
“EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO”










Andreza Dias Queiroz
Larissa Almeida
Nathalya Estevão Alves
Silvania Arruda de Souza da Silva
Thays
Valdoiana P. M. Vasconcellos



Escola Keynesiana


Prof Jarmonielle de Oliveira






Abril
2013


Sumário
1. Introdução 4
2. Biografia de Keynes 6
3. Crise de 1930 7
4. A Escola Keynesiana8
4.1 Principais características da escola 9
4.2 A Doutrina Econômica de Keynes 10
4.2.1 O princípio da demanda efetiva e a intervenção do Estado na economia 10
5. A Significação da Teoria de Keynes 12
6. Comparação entre Teoria Clássica e a Teoria Geral. 14
7. A Moderna Teoria do Emprego: a Versão Keynesiana 16
8. Os Instrumentos da abordagem Keynesiana 17
Considerações Finais 19Referências Bibliográficas 20
ANEXOS 21
John Maynard Keynes: Don’t call it a comeback 25
The legendary economist has been dead for 60 years but still managed to help us avoid a second Great Depression 25
An Open Letter to Greg Mankiw 25
Uma Carta Aberta a Greg Mankiw 27






1. Introdução

Este trabalho relata sobre a escola Keynesiana que sofre grande influência de doispensadores da escola clássica que são Malthus e Marshall. Sendo assim, Keynes além de ser conhecido internacionalmente por suas obras econômicas a que mais chamou atenção do universo econômico é a Teoria geral. Este grande pensador pretendia com esta obra não somente encontrar a solução para a depressão economia, mas também explicar a causa do grande caos que ocorria no sistema capitalista.Para que possamos entender Keynes temos que compreender sua época. O pai de Keynes John Neville Keynes era professor de economia, interessado por metodologia científica e lógica, sendo que era grande amigo de Alfred Marshall. Sua mãe era Florence, possuía título universitário e chegou a ser reitora da Universidade de Cambridge, sendo que era uma entre poucas que possuía título universitário.Keynes para ingressar na vida acadêmica estudou matemática e filosofia e criou uma dissertação sobre a Teoria das probabilidades, porém sua proposta foi de princípio recusado em Cambridge em 1908. Então, decide começar e estudar economia e com o decorrer do tempo é convidado por Marshall e Pigou a lecionar em Cambridge para ensinar economia, entretanto sem formalidade de contrato com aUniversidade. Então, após ter apresentado novamente sua dissertação assume a cadeira de economia de Cambridge e permanece na Universidade até em 1915. Trabalhou no tesouro britânico onde representou a Inglaterra na conferência de paz em Paris.




Em suma, Keynes queria não a somente o término da crise econômica para a população em geral, mas também queria com sua brilhante obra A teoria geral empregara população e para que isto pudesse se realizar a intervenção do estado era primordial. Possuía uma mente renascentista em prol da economia mundial. Sendo assim, neste trabalho procuramos explicar de maneira cronológica e objetiva suas contribuições inovadoras para uma economia que se encontrava em decadência e que para muitos não haveria mais solução, ou seja, se Keynes não existisse as finançasglobais estariam até em uma grande depressão.
Dentre os objetivos econômicos globais, um dos mais significativos parece ser a manutenção de pleno emprego. Os sistemas econômicos independentemente de seu nível de desenvolvimento ou de sua estrutura político-ideológica dispõem, necessariamente, de um elenco básico de recursos de produção , cujo emprego possibilita o atendimento das necessidadessociais básicas de bens e serviços. Todavia, nem sempre os recursos disponíveis permanecem plenamente empregados. Uma parte pode ficar à margem das atividades de produção, durante rápidos ou prolongados períodos de tempo. Os níveis máximos possíveis de produção geralmente ficam abaixo das realizações efetivas do sistema. Há, quase sempre, substanciais hiatos entre a produção real da economia e o...
tracking img