Escola junguiana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 77 (19231 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é arquétipo?
Compartilhe:
*
*
*
*
É um conceito da psicologia que se refere aos símbolos presentes em nosso inconsciente coletivo, que são comuns a toda a humanidade. A teoria do inconsciente coletivo, criada pelo psiquiatra e psicólogo suíço Carl Gustav Jung (1875- 1961), afirma que todo ser humano nasce com um conhecimento que é resultado de experiências já vividaspela espécie. Jung formulou essa teoria após constatar que alguns de seus pacientes tinham alucinações com mitos que desconheciam. Dessas constatações, Jung desenvolveu e definiu a idéia dos arquétipos, que são os elementos principais na formação das mitologias de um povo e compõem os temas e personagens mitológicos recorrentes em lendas das mais diversas culturas e épocas. A crença na existênciade um ser superior e onipotente, por exemplo, é compartilhada pela maioria das pessoas. “O comportamento religioso e a imagem de Deus são representações arquetípicas”, diz a psicóloga junguiana Denise Ramos, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Outro exemplo de um arquétipo muito comum à humanidade é o mito do herói, que já foi representado pelos guerreiros espartanos e hoje ésimbolizado pelos ídolos do esporte.
Arquétipos e o inconsciente coletivo

Autor: Frederico Eckschmidt (1)
A primeira constatação importante na teoria de Jung sobre os arquétipos e o inconsciente coletivo é a de que sua existência indica que a consciência individual é condicionada em alto grau por fatores herdados.
Isso significa que alguns comportamentos são conduzidos por certas disposiçõescaracterísticas que nos levam a reagir exatamente daquela maneira como nossos antepassados sempre reagiram antes de nós. A estas 'disposições' Jung deu o nome de arquétipo para uma "forma primitiva", ou um "tipo impresso na alma".
Psicologicamente, os arquétipos funcionam como "formas de apreensão" típicas da espécie humana. Segundo Jung:
"Os arquétipos são formas de apreensão, e todas as vezes que nosdeparamos com formas de apreensão que se repetem de maneira uniforme e regular, temos diante de nós um arquétipo, quer reconheçamos ou não seu caráter mitológico."
Porém, os arquétipos do inconsciente coletivo não são de forma alguma palpáveis, já que o arquétipo em si é irrepresentável. É como se eles fossem "vazios" _ou segundo a definição de Jung: "psicóide" (quase psíquico). Dessa forma, épossível apenas observar sua manifestação como instinto ou como imagens simbólicas com grande numinosidade que emergem na consciência. Isto significa que sua natureza não é direta ou empiricamente perceptível, mas produz efeitos que tornam possíveis certas visualizações que se manifestam nas "representações arquetípicas". Como explica Jung:
"Os arquétipos que preexistem à consciência e que acondicionam aparecem então no papel que realmente desempenham: o de temas estruturais a priori do fundamento instintivo da consciência. Não constituem absolutamente um em-si das coisas, mas sim formas em que são percebidas, consideradas e compreendidas. Naturalmente, os arquétipos não representam a única base da aparência das representações. Eles são apenas fundamentos da parte coletiva de umaconcepção."
Portanto, os arquétipos só podem ser visualizados quando percebidos pela consciência, já que são, por natureza, essencialmente inconscientes. Biologicamente, porém, como já comentado, eles devem ser compreendidos como "formas típicas de comportamento", ou seja, comportamentos que reagem de maneira apropriada aos estímulos externos e internos para a nossa espécie _os instintos.
Como umaestrutura psicofísica, eles constituem sistemas de "presteza para a ação" e, ao mesmo tempo, aparecem na psique como imagens e emoções. Dessa forma, assim como cada indivíduo possui instintos característicos, ele possui também um conjunto de estruturas que formam as imagens primordiais _é o inconsciente coletivo, constituído pela soma dos instintos e dos seus correlatos, os arquétipos.
Segundo o...
tracking img